Luxo ecológico (MAS NÃO MUITO)


Para dizer o mínimo, uma insensatez. A BMW oferece neste ActiveHybrid 7L duas propostas antagônicas em um mesmo automóvel: de um lado, luxo, performance e espaço (são mais de 3,21 m de entre-eixos); de outro, economia e baixa emissão de CO2. A única forma de esse casamento dar certo seria usar uma tecnologia híbrida – e assim foi feito. A propulsão é garantida por um nervoso V8 biturbo aliado a um elétrico trifásico, alimentado por uma bateria de íons de lítio. Essa pequena unidade gera modestos 20 cv, que não fariam diferença para o grandalhão alemão. Mas ele produz um torque máximo de 21,4 kgfm! Este, sim, ajuda muito nas acelerações e retomadas de velocidade.

Emissão de CO2: 219g/km – Alta*

BMW Activehybrid 7L – R$ 532.650 – Fipe / Motor Show

*Europa

 

O motor elétrico está integrado à moderna caixa de transmissão automática de oito velocidades. Em alguns momentos ele é um auxiliar do motor principal a combustão (quando se está acelerando ou em marcha normal); em outros momentos ele atua como alternador, gerando energia para recarregar a bateria (quando se tira o pé do acelerador, em reduções de velocidade, usando o freio motor). Além disso, o sistema de freio é regenerativo: toda vez que é acionado, transforma uma parte dessa energia, normalmente desperdiçada, em mais carga para a bateria. Um sistema eletrônico comanda toda essa parafernália, e o balanço energético é positivo. A energia que se perderia na forma de calor é, em parte, reaproveitada pela máquina, o que se re ete em um consumo menor de gasolina. Assim, a emissão do indesejado CO2 na atmosfera também acaba sendo menor. Vale ressaltar que esse BMW não tem alternador convencional nem tampouco motor de arranque, uma vez que essas operações são feitas pelo motor elétrico auxiliar.

 

1) Bateria de íons de lítio (120V/800Wh/35 células)

2) Aquecedor e refrigerador (mantém a bateria segura)

3) Cabo de alta tensão

1) Motor V8 a gasolina turbo TwinPower

2) Motor elétrico de 20 cv

3) Câmbio automático de oito marchas

4) Cabo de alta tensão.

5) Central da bateria (detalhes ao lado)

 

Claro que um carro menor, com um motor menor, seria mais saudável para a atmosfera. Mas não podemos nos esquecer de que se trata de um Série 7, o maior, mais caro e mais so sticado BMW de todos. Seu design concilia bem esportividade com elegância e o nível de conforto chega ao nível da excelência. E isso tem seu preço, inclusive para o meio ambiente. Algo para se pensar a respeito.

1) Motor a gasolina V8

2) Motor elétrico

3) Transmissão

4) Central elétrica 1

5) Cabo de alta tensão

O PAINEL MOSTRA COMO TRABALHA O BMW:

O indicador em azul informa o nível de carga da bateria

Os dois motores atuam em conjunto para maior desempenho

O motor V8 trabalha sozinho em velocidades de cruzeiro

Quando não utilizado, o motor a gasolina alimenta a bateria

BMW ActiveHybrid 7L

MOTOR híbrido suave (mild): gasolina oito cilindros em V, 4,4 litros, 32V, turbo TwinPower, start stop + elétrico trifásico TRANSMISSÃO automática sequencial, oito marchas, tração traseira DIMENSÕES comp.: 5,21 m – larg.: 1,90 m – alt.: 1,48 m ENTRE-EIXOS 3,210 m PORTA-MALAS 460 litros PNEUS 245/40 R20 (dianteiros) – 275/35 R20 (traseiros) PESO 2.145 kg GASOLINA+ELÉTRICO POTÊNCIA 449 cv de 5.500 a 6.000 rpm + 20 cv = 465 cv de 5.500 a 6.000 rpm TORQUE 66,3 kgfm de 2.000 a 4.500 rpm + 21,4 kgfm desde 1 rpm = 71,4 kgfm de 2.000 a 4.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 250 km/h (limitada) 0 – 100 km/h 4,9 segundos CONSUMO cidade: 7,9 km/l – estrada: 13,1 (Europa) CONSUMO REAL não disponível

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaContato