Mais barato do que nunca

HONDA CR-V LX 2WD R$ 94.500

Antes fabricado no Japão e com versão única por R$ 125 mil, o CR-V teve seu resultado mais expressivo de vendas em 2007, quando foram emplacadas 1.864 unidades do modelo. Enquanto isso, o Hyundai Tucson, principal referência do segmento, tem em média 1.200 unidades emplacadas todos os meses. Essa vantagem não pode ser atribuída apenas à qualidade do produto, mas também ao preço. O Tucson tem o melhor custo/ benefício da categoria. Na versão automática, sai por R$ 83 mil.

Agora a Honda deciciu se armar melhor para desbancar o concorrente. O CR-V produzido no México, com a vantagem da isenção de impostos de importação, chegou agora em duas versões, a LX 2WD e a EXL 4WD. Os preços são a principal novidade. Mesmo o EXL 4WD teve uma redução de R$ 15 mil, e agora custa R$ 110 mil. Mas a grande expectativa de vendas da marca está mesmo no LX 4×2, vendido por R$ 94.500. O EXL possui tração 4×4, teto solar, controle de estabilidade, bancos em couro, computador de bordo, ar-condicionado digital, airbag lateral e outros itens não presentes no LX. Mas, mesmo sem tantos aparatos, o CR-V LX é uma ótima opção no segmento.

O carro continua o mesmo. Por fora, a única diferença está nas rodas, antes com 18” e agora com 17”, nas duas versões. O motor 2.0 de 150 cv, aliado ao suave câmbio automático de cinco marchas, proporciona uma boa dirigibilidade. Na versão LX avaliada, o interior não esbanja requinte nem luxo, mas é ergonômico e prático. A grande quantidade de porta-trecos também chama a atenção. Muito prático!

Em fevereiro passado, MOTOR SHOW já anunciava essa investida da Honda. A notícia foi concretizada, mas a versão mais básica mostrada na matéria possuía acabamento mais pobre, rodas de aço e câmbio manual. Com esse pacote, o CR-V seria vendido por R$ 83 mil. Mas a Honda, por enquanto, não disponibilizou essa configuração, o que não descarta a possibilidade de ela ser importada mais adiante. A marca espera vender mil carros por mês. Uma expectativa otimista, mas tudo indica que o SUV alcançará sem muita dificuldade esta marca.

Hoje, por exemplo, já existe uma fila de espera média de 30 dias para adquirir o modelo nesta versão LX, e de 60 dias para a versão mais cara. Trata-se de um ótimo exemplo da popularidade do modelo (e também da marca Honda, claro). Enquanto avaliávamos o veículo, ao parar em um cruzamento, um homem no carro ao lado abaixou o vidro e perguntou sobre a maciez do veículo e se havíamos gostado dele. Depois da resposta afirmativa, contou que estava indo, naquela hora, fechar a compra de um CR-V LX.

Diferentemente da versão EXL, que tem acabamento com detalhes prateados, na LX o painel é mais simples. Mesmo assim, o SUV oferece bastante conforto e uma ótima ergonomia. Muitos porta-objetos aumentam a praticidade sem comprometer a elegância nem o espaço, que, aliás, pode ser apontado como uma das principais virtudes do modelo importado do México