Mais fôlego para a campeã

Fabio Gonzales

A diversificada linha de picapes médias Chevrolet S10 ganhou um reforço. E que reforço! A linha 2015 passa a oferecer o novo motor 2.5 Ecotec em quatro versões de seu extenso portfólio. Trata-se de um 4 cilindros com comando de válvulas variável e injeção direta, que desenvolve 206 cv de potência e 27,3 kgfm de torque, quando abastecido com etanol. A potência é recorde para um modelo da categoria. Segundo a General Motors, com o novo motor a picape pode atingir 163 km/h de velocidade máxima e acelerar de 0-100 km/h em 9,1 segundos (com etanol). 

Identificado pela sigla SIDI (Spark Ignition Direct Injection, ou Injeção Direta na Vela de Ignição) na tampa traseira, o propulsor 2.5 Ecotec estreia nas versões cabine dupla LT e LTZ, com nova transmissão manual de seis marchas e opção de tração 4×4 com reduzida de acionamento eletrônico e controle de estabilidade, itens até então exclusivos das versões a diesel. Principal novidade da linha 2015, o novo motor substitui nas versões intermediária (LT) e de luxo (LTZ) o 2.4 Flexpower, de 147 cv de potência, disponível agora apenas na versão de entrada (LS). A Chevrolet S10 mantém ainda o motor 2.8 Turbodiesel, de 200 cv, completando a lista de 14 versões que o modelo disponibiliza. 

Uma pista de testes não é o local mais amigável para experimentar um veículo. Ainda assim, sob incomum esforço e impiedoso sol do meio-dia, a nova S10 2015 deixou as melhores impressões durante sua apresentação e rápido test-drive no Campo de Provas da GM, em Indaiatuba (SP). Rodando sem carga, tanto no asfalto quanto na terra, as primeiras impressões destacaram boa estabilidade (para uma picape com chassi), com notável tendência à maciez e ao conforto e aceitável inclinação lateral da cabine, mesmo nas curvas mais fechadas. O ruído interno, mesmo com as janelas abertas, não incomoda. Quanto ao motor, agradou por sua elasticidade (boas retomadas de velocidade), pelo nível de ruído mais baixo e, claro, pela potência. Pode-se dizer que o casamento com o câmbio foi muito bem-sucedido – não observamos di culdade com os engates de marchas durante essa rápida avaliação. 

Segundo Paulo Riedel, diretor de Power Train da GM, o novo motor 2.5 Ecotec tornou a S10 6% mais econômica e 13% mais silenciosa. “O melhor escalonamento da transmissão de de seis marchas, a nova 
calibragem das suspensões dianteira e traseira e os reforços no isolamento acústico da cabine resultaram na melhora do conjunto”, explica. Com mais de 530.000 unidades vendidas desde seu lançamento, em 1995, a picape Chevrolet S10 nunca perdeu a liderança de vendas e chega à sua versão 2015 com um amplo leque de con gurações. São duas opções de carroceria (simples e dupla), duas de tração (4×2 e 4×4), três de transmissão (manual de cinco ou de seis marchas e automática de seis), três de acabamento (LS, LT e LTZ) e três de motorização (2.4 ex, 2.5 ex SIDI e 2.8 Turbodiesel), totalizando 14 pacotes. A nova S10 2.5 custa R$ 86.400 na versão LT 4×2, R$ 97.700 na LTZ 4×2 e R$ 103.700 na LTZ 4×4. As vendas começaram na última semana de setembro.