Mais veloz do mundo, Bugatti Chiron foi limitado pela pista

Versão preparada do hipercarro atingiu os 490 km/h

Reprodução/Bugatti

Um Bugatti Chiron atingiu os 490 km/h e é atualmente o carro mais veloz do mundo. Mas o recorde poderia ter sido ainda mais expressivo, não fosse um detalhe: faltou pista para o hipercarro.

Em entrevista ao site americano Autoblog, Andy Wallace, o piloto britânico que estava nos comandos do Chiron durante a quebra de recorde, destacou que o carro ainda não havia chegado ao seu limite quando ele foi obrigado a reduzir para contornar uma das curvas da pista de Ehra-Lessien (Alemanha).

“Não acho que [490 km/h] é a velocidade máxima do carro. Naquela velocidade, você percorre um quilômetro a cada sete segundos. Então você precisa de uma boa distância para reduzir e fazer a curva”, destacou.

Para a quebra de recorde, a Bugatti fez uma série de modificações no Chiron original, como o alongamento da carroceria em 25 cm e a preparação do motor 8.0 W16 para desenvolver 1.600 cv.