McLaren quer levar o hipercarro Senna para as pistas

Com produção limitada a 500 unidades, modelo acelera de 0-100 km/h em apenas 2,8 segundos e atinge os 340 km/h de velocidade máxima

3870
Divulgação

Hipercarro de 800 cv que presta uma homenagem ao tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, o McLaren Senna deverá participar de competições. O plano de levar o carro para as pistas foi revelado pelo CEO da McLaren Automotive, Mike Flewitt, em entrevista à publicação britânica Autocar.

A aposta do fabricante britânico é de que os organizadores das 24 Horas de Le Mans mudem as regras para a inscrição na tradicional prova automobilística francesa, permitindo a participação de hipercarros de produção no lugar dos protótipos da categoria LMP1, que na edição deste ano deverá contar com a presença apenas da Toyota dentre as montadoras de automóveis.

Com produção limitada a 500 unidades, o McLaren Senna fará a sua estreia oficial no Salão de Genebra (Suíça), que acontece em março, e tem produção programada para o segundo semestre deste ano. O modelo será equipado com um motor 4.0 V8 biturbo, que permite ao Senna acelerar de 0-100 km/h em apenas 2,8 segundos e atingir os 340 km/h de velocidade máxima.