Mercado

Na briga entre os dois sedãs chineses que participam desta edição, o Lifan 620 tem levado vantagem. Embora o Chery Cielo leve a melhor no total de unidades emplacadas no ano (255, contra 150 do rival), o Lifan ganhou a briga em setembro e outubro (57 e 63 unidades emplacadas, respectivamente, contra 55 e 48 do Chery). Os números ainda são modestos, mas nada anormal para marcas novas. Ainda no segmento, destaque para o Kia Cerato, que, em outubro, se manteve no terceiro lugar, à frente do Vectra.

6,57%

é o crescimento nas vendas de automóveis e comerciais leves no mercado brasileiro registrado nos primeiros dez meses do ano, na comparação com o ano passado. Os automóveis foram responsáveis pela menor parte – cresceram 2,55% -, enquanto os comerciais leves (incluídas aí as picapinhas, as picapes médias e grandes e SUVs) subiram 25,84%.

AUDI QUER DOBRAR SUAS VENDAS EM 2011

No Salão do Automóvel, a Audi anunciou sua meta para o ano que vem: quer dobrar o número de carros vendidos. Não parece tão difícil, analisando os números: a marca pretende fechar 2010 um pouco acima da meta, que era de (apenas) 2.500 unidades emplacadas. Mas, para chegar às cinco mil unidades em 2011, terá a ajuda do novo A1, apresentado no Salão. Já avaliado aqui, com um 1.4 de 122 cv, compacto e com preço de R$ 89.900, ele será o modelo de entrada da marca. A pré-venda começa este mês.

Recall

Recall de 500 unidades do Effa M100 por conta de irregularidade nos cintos de segurança traseiros: a lei manda que tenham três pontos (com exceção do central), mas o chinês tem cintos de dois pontos – e em diagonal. Em caso de colisão, pode causar o “efeito submarino” (o passageiro escorrega por baixo). Ligue para (11) 4153-3253 ou acesse www.effamotors.com.br.

Proprietários de Volvo XC60, anos 2010 e 2011, devem entrar em contato com a marca para reparação do conector da roleta de contato do airbag do condutor. Há risco de curto-circuito no componente, acarretando o não funcionamento dos airbags e o acendimento de uma luz de advertência. Acesse www.volvocars.com.br ou ligue para 0800-7077590.

Além do XC60, acima, a Volvo também convoca proprietários do sedã S80, ano 2010, para solução do mesmo problema. Mesmo que a luz de advertência não tenha acendido, é bom entrar em contato com a marca para saber se você deve comparecer ao recall – porque a possibilidade de curto-circuito continua. O reparo está sendo realizado e leva cerca de uma hora. Para mais informações ligue 0800-7077590.

A Yamaha convoca proprietários de Fazer 250 (2006/2008) e Fazer 250 Limited Edition (2008) para a substituição de componentes da suspensão traseira. É a segunda convocação para os mesmos modelos, chamados em 2009. Antes, o problema era de lubrificação, agora é de corrosão. Pode ocorrer “a queda da parte traseira da moto sobre a roda”. Ligue 0800-7728822 ou acesse www.yamaha-motor.com.br.

NOVA SPACEFOX SE APROXIMA DA LÍDER

O lançamento da nova SpaceFox impulsionou as vendas do modelo. Depois de emplacar 1.648 unidades em setembro, a VW conseguiu, em outubro, atingir as 2.033 unidades – ameaçando a “eterna” líder do segmento, a Palio Weekend (2.214 unidades no mesmo mês). Um movimento, por enquanto, normal por conta da nova geração. Vamos observar os próximos meses. No ano, a vantagem da perua da Fiat é grande: 26.950 unidades vendidas, contra 12.010 da rival.

3.043.000

é, segundo a Anfavea, o número total de veículos produzidos no Brasil de janeiro a outubro deste ano. Trata-se de um recorde histórico, 4,1% acima do número de produção no mesmo período de 2008 (recorde anterior). As exportações nestes dez meses, cresceram 74,8% na comparação com os mesmos dez meses do ano passado.

KIA ANUNCIA PREÇOS DO SPORTAGE E DO CADENZA

Quando avaliamos o novo Sportage (foto), nossa previsão era de que o Kia tivesse preço na casa dos R$ 75 mil, já que não manterá a versão antiga do modelo, como fez a Hyundai com o Tucson. Mas, no Salão do Automóvel, a marca anunciou um preço inicial de R$ 83.900 (câmbio manual tração 4×2). No total, são cinco versões, todas com motor 2.0 de 166 cv (4×2 ou 4×4, câmbio manual ou automático sequencial de seis marchas). Já o Cadenza, substituto do Opirus que mostramos na edição passada, está à venda por R$ 119.900 ou R$ 124.900 (com teto solar panorâmico).

MITSUBISHI ASX CHEGA COM PREÇO COMPETITIVO

Na edição passada, mostramos o novo 4×4 urbano da Mitsubishi, o ASX. Neste caso, erramos o preço por muito pouco. No lugar dos R$ 80 mil iniciais que havíamos previsto, a marca divulgou o valor de R$ 81.990 – para a versão 4×2 manual. Há, ainda, mais duas versões: uma 4×2, mas com câmbio automático (CVT), que será vendida por R$ 86.990, e outra 4×4 (AWD), top de linha, que é oferecida apenas com câmbio CVT, por R$ 93.990.

GRAND CHEROKEE JÁ À VENDA A PARTIR DE R$ 154.900

Além da versão Limited, a Jeep anunciou no Salão do Automóvel que o Grand Cherokee (que avaliamos, nos Estados Unidos, na edição de agosto passado) será também oferecido em uma versão mais simples, a Laredo. O preço que havíamos previsto para a Limited (foto abaixo), de R$ 170 mil, quase se confirmou: a opção mais cara já está à venda no Brasil por R$ 174.900. A surpresa ficou por conta da versão menos equipada, que chega também agora com preço sugerido de R$ 154.900.

 

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaMotor News