Mercado

Fonte: Fenabrave

O ranking elaborado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) mostra uma briga acalorada no segmento de monovolumes. No mês de novembro, o Livina teve 1.675 unidades emplacadas contra 1.629 do Honda Fit. Os modelos ocupam as 31° e 33° posições, respectivamente. Outro Nissan que obteve resultados positivos foi o March (26°). Lançado em setembro, o compacto encerrou o período com 2.261 unidades e ficou à frente do veterano Clio (28°), que somou 1.963 unidades. Entre os carros do momento, o 500 acumulou 1.440 unidades e o Veloster, 1.306.

R$ 800 mi

Será o investimento da Ford na fábrica de São Bernardo do Campo para a fabricação de um “novo modelo global”. Esse valor integra o plano de investimentos da marca para o Brasil de 2011 a 2015. No total, serão R$ 4,5 bilhões injetados na marca. Sobre o novo modelo global, a Ford ainda está fazendo mistério, mas ao que tudo indica será um substituto do Ka

*novembro 2011

Fonte: Fenabrave

ESTUDO APONTA DEPRECIAÇÃO DOS MODELOS

De acordo com o estudo da agência Auto Informe e da Molicar, o Celta desvaloriza 9,7% após um ano de uso. O índice médio de desvalorização do carro nacional é de 15,3%. Os Fiat Mille Economy e Palio Economy depreciam 10,1% (quatro portas). Já com duas portas os modelos perdem 10,4% e 10,3% do seu valor, respectivamente. Outros “bons de negócio” são o EcoSport XLT FreeStyle e o Fit 1.4 automático, ambos com 12,2%. Entre os piores, o Kia Carnival encabeça a lista com 25,5% seguido por Omega (25%) e do VW Passat (24%).

RECALL

Os proprietários dos modelos BMW 550i, 750i, 750 Li Híbrida, 760 Li, X5 xDrive50i, X5 xDrive50i Security, X5M, X6 xDrive50i e X6M, com ano de fabricação entre novembro de 2007 e fevereiro de 2011, devem comparecer às concessionárias para substituir a bomba de água suplementar do turbocompressor que pode apresentar defeito. Mais informações devem ser obtidas junto ao Serviço de Atendimento ao Consumidor, pelo telefone 0800-707 3578 ou ainda no site www.bmw.com.br.

RENAULT GRAND TOUR TEM VENDAS EM ALTA

A perua familiar é um sucesso de vendas. Depois de ser reposicionada, de janeiro a novembro, foram 8.489 unidades emplacadas, um aumento de 244,5% sobre o ano passado. O modelo aparece na 41° posição do ranking da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A marca Renault, no mesmo período, cresceu 21,6% em relação a 2010, enquanto o mercado nacional teve uma alta de 4,3%. A participação da marca foi a maior já registrada no Brasil: 7,2% em novembro contra os 5,2% acumulados de janeiro a novembro de 2010. A Ford, quarta colocada tem 9,2% de market share. Em 2011, a francesa inaugurou 28 novas revendas.

MINI É SUCESSO ENTRE OS BRASILEIROS

Presente há 32 meses no Brasil, a marca soma cinco mil veículos emplacados. A previsão do volume de vendas para o fechamento de 2011 é de 2.700 unidades. Um crescimento de 58% em relação à 2010 (1.720 carros). Até o momento, são 20 pontos de venda espalhados pelo País com a inauguração das concessionárias de Natal (RN) e de São José do Rio Preto (SP). “A ideia é ter a Mini no País inteiro”, disse Martin Fritsches, presidente da Mini no Brasil.

Fonte: ANP 04/12/11 a 10/12/11

Fonte: Fenabrave

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar