Mercado

O acabamento apresenta pequenas falhas, mas o material texturizado do painel passa uma boa impresão 

 

Pelo mesmo preço

Fit LX 1.4 2009 – R$ 29.270

Se sua opção pelo Uno é por conta do espaço interno, o Fit tem a vantagem de ter os bancos traseiros que podem ser con gurados em diversas posições. Seu motor é e ciente e econômico, mas é dois anos mais velho e o design é mais careta

Kia Picanto EX aut. 2009 – R$ 28.997

Se sua opção pelo Uno é por conta do espaço interno, o Fit tem a vantagem de ter os bancos traseiros que podem ser con gurados em diversas posições. Seu motor é e ciente e econômico, mas é dois anos mais velho e o design é mais careta

Montana LS 1.4 2011 – R$ 29.885

Para quem tem sítio e não costuma andar com mais de um passageiro a bordo, a Montana pode ser uma boa opção. O design ainda é polêmico, mas bastante atual e o motor 1.4 é e ciente. Além disso, a caçamba está entre as maiores do segmento

NÃO GOSTEI…

“É um bom carro, mas o consumo de combustível é muito alto. Faço médias de apenas 6 km/l com etanol”

Cristina Faria,

proprietária

GOSTEI…

“O carro é lindo e adoro o fato de ele ser alto, porque assim seu fundo não raspa em lugar nenhum”

Denise Ceroni,

proprietária

MERCADO

O Novo Uno tem depreciação na média do segmento. No primeiro ano de uso, desvalorizou 13,7% – contra 14,1% do Agile e 13,7% do Fox

 

No último mês de 2011, o Uno liderou o mercado. No total, vendeu 24.263 unidades, contra as 24.231 de Gol. No acumulado do ano, o modelo da VW continua líder em vendas. No segmento de picapes, a S10 (4.327 unidades) manteve-se à frente da Hilux (4.248 unidades). Já o Renault Duster, de – nitivamente, caiu no gosto dos consumidores brasileiros e desbancou de vez o Ford Ecosport. Vendeu 3.558 unidades, contra as 2.859 do rival. O Pajero (1.883 unidades) está quase passando o CR-V (1.888 unidades). Mas tanto o Honda quanto o Mitsubishi estão prestes a mudar e reagir à investida.

2 milhões

Essa é a quantidade de SUVs vendidos pela Mercedes-Benz ao redor do mundo desde o lançamento do Classe G, há 30 anos. No momento, a marca celebra também seu crescimento global de 24,3% em relação ao acumulado de 2010. Entre janeiro e novembro de 2011, a tradicional montadora alemã comercializou 221.518 unidades.

 

RECORDE MUDA DE MÃOS, MAS CONTINUA EM CASA

Até o ano passado, o Fusca era dono de um recorde: foi o carro que permaneceu, por mais tempo, na liderança do mercado nacional. Mas, em 2011, outro Volkswagen, o Gol, bateu essa marca, comemorando 25 anos consecutivos no topo do ranking. O hatch totalizou 5.828.000 unidades comercializadas no Brasil. Até o ano passado, foram produzidas mais de seis milhões de unidades do modelo, sendo que um milhão delas foi enviado ao Exterior. O Gol já foi comercializado em 66 países, especialmente Argentina e México.

 

RECALL

Lançado em novembro, o modelo já tem o seu primeiro recall. De acordo com a marca, o defeito está no pedal de freio, que pode não funcionar apresentando, obviamente, risco de acidentes. Os proprietários do modelo devem ir às concessionárias para trocar o componente. Para saber mais informações sobre o procedimento o consumidor pode ligar para 0800-707-4200.

IMPORTADOS CRESCEM ACIMA DO MERCADO INTERNO

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) divulgou a impressionante alta de 87,4% nas vendas de veículos importados no ano passado, enquanto o crescimento do mercado interno foi de menos de 3%. Foram contabilizadas 199.366 unidades emplacadas em 2011 contra 106.360 em 2010. A Kia liderou o ranking, com 77.194 unidades, e cravou 38,7% de participação. Na sequência, aparece a chinesa JAC Motors, com 11,9% de share e 23.725 unidades comercializadas, seguida pela compatriota Chery. A terceira colocada cou com 10,9% das vendas.

 

NISSAN CRESCE E CHEGA À SÉTIMA POSIÇÃO NO MERCADO

A Nissan somou 67.184 veículos emplacados em 2011. Isso signi ca 88% de crescimento em relação a 2010, muito acima do mercado. Em dezembro, vendeu 11.700 veículos, 48% a mais que no mesmo período de 2010. Sua participação de mercado subiu de 2,6% em novembro para 3,6% em dezembro. Além disso, a companhia saltou para a sétima posição entre as marcas que mais vendem, e com crescimento acelerado. Para comparação, em outubro, a marca nem aparecia entre as dez mais vendidas. Hoje, está à frente de Hyundai, Citroën e Peugeot.

 

 

ESPORTIVA NACIONAL DA DAFRA

Produzida no Brasil, a “miniesportiva” Dafra 250R começa a ser vendida por R$ 12.490. O modelo foi adaptado às necessidades do consumidor brasileiro e ao nosso tipo de combustível, clima e piso. Comparada ao modelo vendido no mercado estrangeiro, a Roadwin 250R “brazuca” ganhou uma nova rabeta. O motor de 247 cm³, monocilíndrico, quatro tempos com quatro válvulas produz 24 cv a 9.000 rpm e 1,92 kgfm a 7.000 rpm de torque. Além disso, há freios com disco duplo na dianteira e a disco na traseira, com rodas de 17”.

2,91%

Foi o crescimento do mercado interno em 2011, comparado a 2010. As vendas no ano passado bateram novo recorde, mas caram abaixo dos 4,5% esperados. O mercado interno registrou 3.425.468 unidades de carros e comerciais leves negociados. Em dezembro, houve uma queda de 8,86%.

TOYOTA COROLLA É MAIS VENDIDO DO MUNDO

Segundo o ranking da revista Forbes, só no ano passado, o sedã Corolla, da Toyota, acumulou 1,02 milhão de unidades vendidas ao redor do mundo. Por outro lado, as vendas totais da marca registraram 6% de queda em 2011. O três volumes da Toyota lidera também os emplacamentos do segmento no Brasil. Produzido em 15 países – incluindo o Brasil, na fábrica de Indaiatuba (SP) – e comercializado em mais de 140 mercados, por aqui o Corolla vende o dobro de unidades do Honda New Civic.

INVESTIMENTO GLOBAL DA HYUNDAI

A Hyundai encerrou 2011com 6,5 milhões de unidades vendidas. Segundo o site Automotive Business, para este ano, a meta da fabricante sul-coreana é atingir os sete milhões de veículos comercializados em todo o globo. Portanto, serão investidos US$ 12,2 bilhões. Parte desse montante será direcionada à expansão de desenvolvimento e pesquisa da Hyundai e da Kia Motors e re ete um crescimento de 15% em relação a 2011. Cerca de US$ 7,9 bilhões serão usados nas instalações da marca.

ANO COMEÇA COM CRESCIMENTO E GM SE DESTACA

De acordo com a agência Auto Informe, as vendas nas duas primeiras semanas de janeiro superaram o mesmo período do ano passado. Nos nove primeiros dias deste ano, foram negociados, entre carros e comerciais leves, 97 mil veículos (um crescimento de 4,6% em relação ao mesmo período de 2011). Fiat, Renault e Toyota contabilizaram um maior número de vendas em relação a janeiro do ano passado. Já a GM, que sofreu perdas nos últimos meses, começou 2012 com o “pé na tábua” e já registrou vendas 25% maiores que as das duas primeiras semanas de 2011.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaContato