Mercedes-AMG S 63 4Matic, o cabriolet de R$ 1 milhão

A Mercedes-Benz apresenta no Salão de São Paulo o Mercedes-AMG S 63 Cabriolet, que reúne em um único automóvel o espírito da condução ao ar livre, a sofisticação do Classe S e o desempenho excepcional dos modelos AMG. Junto com o 300 C Cabriolet, o S 63 amplia o portfólio de conversíveis da Mercedes, totalizando cinco modelos.

Para acelerar de 0-100 km/h em 3,9 segundos, o Mercedes-AMG S 63 4Matic Cabriolet é equipado com motor V8 biturbo de 585 cv e 91,8 kgfm de torque. Com tração integral e câmbio automático AMG SpeedShift MCT de sete velocidades, o Classe S Cabriolet oferece desempenho similar ao de um veículo de competição. O condutor pode configurar os ajustes de acordo com seu estilo de direção: “C” (Eficiência Controlada), “S” (Sport) e “M” (Manual).

A capota de tecido pode ser fechada ou aberta até 50 km/h, em cerca de 20 segundos. Com relação ao acabamento, a capota S 63 Cabriolet pode ser azul, bege, vermelho escuro e preto. Outro destaque é o sistema de controle climático, que reage conforme abertura ou fechamento da capota. Os ajustes especiais para condução com capota aberta permitem o resfriamento ou aquecimento.

A Mercedes-Benz esperou 48 anos para lançar novamente um conversível de quatro lugares no segmento do Classe S. Seu design possui vários elementos aerodinâmicos: a dianteira é dominada pela grade do radiador com lâmina dupla em cromo prateado. Grandes aletas pretas cercam as entradas de ar laterais. Mais abaixo, o defletor dianteiro em cromo prateado otimiza o fluxo do ar para os módulos de refrigeração. Ele também faz com que o veículo pareça estar mais próximo do solo. Um efeito similar é criado pelos painéis das saias laterais com seus frisos tridimensionais em cromo prateado. Na traseira, o difusor preto brilhante é outro destaque. As duas ponteiras duplas cromadas do sistema de escapamento com flaps esportivos se integram perfeitamente a ele.

Com relação à dirigibilidade, o Classe S Cabriolet tem suspensão pneumática com o sistema de amortecimento adaptativo, que pode ser regulado para desempenho “Sport” ou “Comfort”. Também é possível, em pisos ruins, elevar a altura do veículo em até 30 milímetros. O chassi volta a baixar automaticamente no modo “Sport” ou “Controlled Efficiency” a partir de 120 km/h.