Mercedes-Benz 600 é oferecido por R$ 12 mi

Mercedes-Benz 600 está à venda por módicos R$ 12 milhões
Mercedes-Benz 600 está à venda por módicos R$ 12 milhões

Um Mercedes-Benz 600 está à venda por módicos R$ 12 milhões. Trata-se de um modelo 1975 com pouco mais de 1000 km rodados que foi totalmente restaurado pela divisão da montadora alemã responsável pelos modelos clássicos da marca.

Luxuoso é pouco para adjetivar o Mercedes-Benz 600. Seguindo os traços dos modelo W100 à época, era oferecido nas carrocerias sedã e limusine – a de entre-eixos alongado batizada de Pullman tinha opção de quatro ou de seis portas. E a configuração Landaulet adicionava um teto conversível aos ocupantes traseiros.

+ Raro Bugatti Type 59 pode ser vendido por R$ 55 mi
+ Lamborghini de ditador é vendido por R$ 34,6 milhões e bate recorde
+ Koenigsegg One:1 2015 está disponível por US$ 7,2 milhões

Ao todo, foram produzidas 2,677 unidades, entre 1963 e 1981, das quais 2.190 da versão sedã, 428 da limunsine e 59 da Landaulet. Só para ter uma noção da imponência, o 600 Pullman tinha 6,240 m de comprimento e 3,900 m de entre-eixos.

Este 600 Pullman 1975 possui otras cositas más… A tonalidade Pelmutt Weiss dá uma dica da lista de atualizações e elas aparecem, principalmente no interior, com o interior utilizando peças e componentes vindos de um Maybach 62. Entre os itens, destaques para o teto solar panorâmico, os assentos reguláveis eletricamente e dotados de aquecimento/ventilação, o ar-condicionado dianteiro e traseiro, o frigobar, a iluminação ambiente, as câmeras dianteiras e traseiras, a tela com DVD e o sistema de som Dolby Surround.

As modificações preservaram a aparência clássica e o processo de restauração/atualização iniciou em 2007 pela Mercedes-Benz Classic em parceria com o departamento de desenvolvimento da Daimler AG. Ao todo, foram sete anos de trabalho e gastos mais de três milhões de euros. Sob o capô, o motor V8 6.3 (código M100) está conectado ao câmbio automático de quatro marchas para oferecer 250 cv de potência. A tração é traseira e o hodômetro marca pouquíssimos 1.112 km rodados.