Mercedes-Benz EQS é apresentado e garante alcance de até 770 km

O Mercedes-Benz EQS foi revelado em duas variantes possibilitando um alcance puramente elétrico de até 770 km. A cabine estreou o painel MBUX Hyperscreen

0
329
Mercedes-Benz EQS
Foto: Divulgação

A Mercedes-Benz apresentou hoje (15) o sedã de luxo eletrificado EQS. Ao contrário dos modelos EQC e EQA, ele utiliza a plataforma modular desenvolvida e dedicada aos carros elétricos do fabricante. Ele é o primeiro de seis modelos da família EQ que trará o EQA SUV, o EQB SUV, o EQE, o EQE SUV e o EQS SUV.

Derivado da nova geração do Classe S, o Mercedes-Benz EQS possui 5,216 m de comprimento, 1,926 m de largura e 1,512 m de altura. A capacidade do porta-malas varia de 610 a 1.770 litros. O lançamento ainda chama a atenção para o coeficiente de arrasto de 0.20, enquanto as rodas podem ser 19″ a 22″.


A cabine é um capítulo à parte tanto pelo luxo quanto pela estreia do MBUX Hyperscreen. Trata-se de um painel de vidro curvo com 141 cm de largura, que esconde três telas à frente dos ocupantes dianteiros. Elas compõem o quadro de instrumentos de 12,3″ OLED, o multimídia de 17,7″ e o sistema de entretenimento do carona de 12,3″ OLED. Um Head-Up Display (HUD) com realidade aumentada é ofertado opcionalmente.

O habitáculo ainda ostente o Driving Sound, que comanda 12 diferentes parâmetros, o difusor de fragrâncias e o ar-condicionado Energizing Air Control Plus dotado de filtros para bloquear 99,65% das partículas vindas do meio exterior. Além disso, um sistema reproduz os sons da natureza (floresta, mar e chuva) para o deixar o ambiente mais calmo e tranquilo.

Mercedes-Benz EQS
Foto: Divulgação

+ BMW lança versão Dark Edition para três modelos no Brasil
+ Audi apresenta os novos Q4 e-tron e Q4 Sportback e-tron
+ Nissan GT-R NISMO recebe atualizações pontuais
+ Nova lei quer aumentar distância entre pedágios

A gama será composta pelo Mercedes-Benz EQS 450+ trazendo motor traseiro alimentado por bateria de 90 kWh capaz de oferecer 337,6 cv de potência e 57,91 kgfm de torque. Já o EQS 580 4Matic emprega dois propulsores e uma bateria de 107,8 kWh para assegurar 531,2 cv e 87,18 kgfm. Da imobilidade aos 100 km/h são necessários 6,2 segundos (450+) e 4,3 segundos (580 4Matic). Este último, possui tração integral. Já a velocidade máxima de ambas as versões é limitada em 210 km/h.

Está confirmada uma variante AMG de 761 cv permitindo ir de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos.

O eixo traseiro direcional de série permite movimentar as rodas em até 4,5º ou em até 10º devido a um sistema cobrado à parte. As suspensões a ar reduzem a altura em relação ao solo automaticamente em 10 mm ao atingir 120 km/h e podem baixar mais 10 mm ao chegar aos 160 km/h. Em baixas velocidades, o sistema ergue o carro em 25 mm para transpor valetas.

O Mercedes-Benz EQS garante um alcance puramente elétrico de até 770 km (cilco WLTP). As baterias possuem uma garantia de 10 anos ou de 250.000 km. E a recarga plugado em carregadores rápidos de 200 kW consegue obter 300 km de autonomia em breves 15 minutos.