Mercedes-Benz GL 350: pau pra toda obra

Roberto Assunção

“O GL é um Classe S de sete lugares e valente no off-road”, diz o material de imprensa da Mercedes-Benz, fazendo referência ao sedã que é, ele mesmo, principal referência no segmento de ultra-luxo. Há um discreto exagero na primeira parte dessa afirmação, já que em alguns detalhes esse SUV fica abaixo do sedã – principalmente em tecnologia embarcada e sofisticação dos materiais. Mas em relação ao resto, não duvide: por R$ 379.900, esse GL 350 BlueTec Sport encara qualquer desafio com sete adultos (e bagagem) a bordo.


Para modificar a configurações dos bancos, não é preciso fazer força: é tudo elétrico, basta apertar os botões espalhados pela cabine

Há na linha Mercedes-Benz dois GL a gasolina mais rápidos e mais caros, o 500 (US$ 200.900) e o 63 AMG (US$ 273.900), mas são absolutamente dispensáveis. Um SUV como esse, com duas toneladas e meia, não precisa acelerar tanto, até porque quando chegam as curvas sua massa toda quer seguir reto. Única opção a diesel da linha, esse GL 350 faz mais sentido. Tem um casamento perfeito entre força, desempenho e consumo. Os 258 cv podem parecer pouco, mas o torque de ótimos 63,2 kgfm e a transmissão integral com sete marchas dão conta do recado. O SUV atinge 100 km/h em menos de 8 segundos e ainda gasta muito pouco.

Durante nossos testes, circulando a 120 km/h com cinco adultos, uma criança e bagagem, marcou mais de 10 km/l. Considerando que no tanque cabem 112 litros, dá para rodar 1.000-1.500 quilômetros sem reabastecer. Ah, e não se preocupe com o ruído do motor a diesel: o isolamento acústico é tão impecável que, fechando as janelas, não dá para ouvir nada. Dentro da gigantesca cabine – são 5,12 m de comprimento e absurdos 3,07 m de entre-eixos – nem é preciso dizer que sobra espaço. Adultos de até 1,75 m viajam com muito conforto na terceira fileira de bancos, com apoia-braços de couro e saídas de ar-condicionado.


Nem é preciso dizer que sobram luxo e espaço a bordo. Em sentido horário: o painel de instrumentos, o sistema multimídia com GPS (que precisa ser atualizado), a alavanca de câmbio junto ao volante e os comandos no console central (central multimídia, suspensão a ar e auxílio em descidas)

Se for o caso de levar crianças, dá para levar seu filho e amiguinhos: há quatro assentos com isofix para cadeirinhas e, ainda, um sistema multimídia individual na segunda fileira, com fones sem fio (mas que merecia a última geração do software, e não essa antiga, desatualizada). Para completar, ele tem ajuste separado da temperatura do ar-condicionado traseiro e todos os bancos com rebatimento e levantamento individuais e totalmente elétricos. Basta apertar um botão que o SUV recolhe o apoio de cabeça, dobra o encosto e sobe o assento, facilitando a configuração do interior. Mesmo com sete ocupantes, ainda sobra porta-malas para levar duas malas grandes. Só falta mesmo um teto solar panorâmico, em vez do comum da unidade avaliada.

Já as suspensões a ar são um capítulo à parte: um botão no console central permite selecionar entre os modos Comfort e Sport. No primeiro, o GL parece flutuar sobre o asfalto, tamanha sua capacidade de “neutralizar” buracos e imperfeições; no segundo, o conforto não é totalmente sacrificado, mas a maior carga dos amortecedores melhora bastante o comportamento em curvas, deixando a carroceria inclinar menos. Em 99% do tempo você vai acabar optando pelo modo mais confortável. Há ainda um outro botão que permite elevar a carroceria, deixando-a alguns centímetros mais distante do solo, para o caso de enfrentar um off-road mais pesado. Enfim, não há situação ou exigência para a qual esse carro não seja a resposta. E de repente R$ 379.900 acaba não parecendo tanto dinheiro assim.

—–

Ficha técnica:

Mercedes-Benz GL 350 BlueTec Sport

Motor: 6 cilindros em V, 24V, turbo de geometria variável, intercooler, start-stop
Cilindrada: 2987 cm3
Combustível: diesel
Potência: 258 cv a 3.600 rpm
Torque: 63,2 kgfm entre 1.600 e 2.400 rpm
Câmbio: automático sequencial, sete marchas
Tração: integral
Direção: elétrica
Dimensões: 5,120 m (c), 1,804 m (l), 1,850 m (a)
Entre-eixos: 3,075 m
Pneus: 275/50 R20
Porta-malas: 680 a 2.300 litros (com 5/2 passageiros)
Tanque: 112 litros
Peso: 2.455 kg 0-100 km/h: 7s9
Velocidade máxima: 220 km/h
Consumo cidade: 11,9 km/l (Europa)
Consumo estrada: 14,1 km/l (Europa)
Nota do Inmetro: não participa (motor a diesel)

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar