Mercedes-Benz põe à venda parte do acervo de clássicos; veja as máquinas

0
4837

Uma boa notícia para os fãs dos Mercedes-Benz. A marca decidiu se desfazer de parte do acervo do museu da montadora, localizado em Stuttgart (Alemanha). A lista de máquinas inclui desde clássicos, como um 630 Kompressor, de 1929, até modelos relativamente comuns, como um sedã 280 SE, produzido em 1973.

Os carros estão anunciados no site All Time Stars. Os automóveis passaram por uma avaliação criteriosa dos técnicos da Mercedes-Benz e foram divididos em três categorias: Premium Edition (carros pouco rodados e restaurados pelo fabricante); Collectors Edition (carros em ótimo estado de conservação, boa parte nunca restaurada) e Drivers Edition (modelos em ótimas condições mecânicas, mas com potencial para uma restauração).


Pelo 630 Kompressor citado acima, a marca pede 850 mil euros (o equivalente a R$ 3,5 milhões). Mas outros carros tem preços mais acessíveis, como um sedã 200D da geração W123. Produzido em 1982 e equipado com um motor diesel de apenas 55 cv, o carro está anunciado por 9.950 euros (R$ 41 mil).