Mercedes mostra o GLC movido a hidrogênio


Após confirmar no início deste ano os planos para produção de um GLC movido a hidrogênio, a Mercedes-Benz revelou o primeiro protótipo do modelo, cuja produção está prevista para começar no próximo ano.

A principal novidade do SUV está no conjunto motriz. De acordo com a fabricante alemã, a nova célula de combustível (equipamento responsável por transformar o hidrogênio em eletricidade para o motor elétrico) é compacta o suficiente para caber no sob o capô. Para alimentar o sistema, dois tanques localizados no assoalho do veículo são capazes de armazenar até 4kg de gás.

Além da célula, o GLC a hidrogênio será o primeiro automóvel de série a trazer ainda uma bateria de íon de lítio de 9kWh, que será responsável por fornecer energia extra para o motor elétrico, além de poder ser recarregada na tomada. O equipamento permite ao veículo circular por até 50 km apenas com a carga das baterias. O resultado? Uma autonomia total estimada em 500 km.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel