Mercedes resgata Asa de Gaivota abandonado há 50 anos

O esportivo clássico dos anos 1950 foi encontrado todo original, mas sem a pintura da carroceria

50761
Divulgação

Não são incomuns histórias de carros cujos donos desistiram do processo de restauração no meio do caminho. Mas é difícil de imaginar que um Mercedes-Benz 300 SL “Asa de Gaivota” — um dos carros antigos mais desejados e valorizados do mundo — tenha permanecido mais de 50 anos abandonado no meio do processo de pintura.

Resgatado pelo departamento de clássicos da Mercedes-Benz, o exemplar de chassi número 43 foi vendido em 1954, em Miami (EUA). Em meados dos anos 1960, o Asa de Gaivota teve a sua cor original azul removida — ainda pode ser vista em detalhes no interior — e recebeu a base para uma nova pintura, que nunca veio.

De acordo com a marca alemã, apesar do abandono, o carro mantém todos os acessórios e o interior em couro cinza original, além dos pneus Englebert Competition.

O 300 SL “43” será mostrado até domingo (10) na edição deste ano do Amelia Island Concours d’Elegance, tradicional evento de carros antigos que acontece na Florida (EUA),  junto do Asa de Gaivota chassi “44”, este um exemplar completamente restaurado pela Mercedes-Benz.