Mitos e verdades sobre lâmpadas automotivas

O ideal é que as lâmpadas sejam trocadas aos pares? Confira se essa afirmação é verdadeira ou falsa

Divulgação

As lâmpadas automotivas são essenciais para garantir uma correta sinalização/iluminação. Confira abaixo alguns mitos e verdades sobre o tema, de acordo com a Tungsram, fabricante das lâmpadas automotivas GE

O ideal é que as lâmpadas sejam trocadas aos pares?

Verdade. As lâmpadas devem ser substituídas aos pares, mesmo se apenas uma delas queimou. Isso indica que a outra já está no final de sua vida útil. Além disso, a intensidade luminosa de uma lâmpada nova é superior ao da antiga. Caso elas não sejam trocadas conjuntamente, não haverá o correto alinhamento uma com a outra.

A variação de tensão do carro interfere diretamente na vida útil da lâmpada?

Verdade. Segundo a Tungsram, sempre que possível é importante fazer manutenções preventivas no sistema elétrico do veículo, para saber se a bateria está carregando corretamente todos os componentes. Caso o sistema não esteja bem regulado, poderá haver a queima das lâmpadas.

Lâmpadas com maior intensidade luminosa podem ofuscar a visão dos outros motoristas?

Mito. Isso ocorre por conta da utilização de lâmpadas não adequadas ao modelo do farol do carro. Sempre é preciso respeitar a voltagem da lâmpada original e o alinhamento correto do direcionamento da luz. Outro fator está nas lâmpadas de má qualidade, que também podem ofuscar a visão do motorista em sentido contrário.