Montadoras vão construir respiradores hospitalares

Montadoras vão construir respiradores hospitalares
Montadoras vão construir respiradores hospitalares

O pedido que o governo do Reino Unido fez na semana passada para a Ford e Honda ecoou no resto do mundo e diversas montadoras vão se unir no esforço construirem respiradores artificiais para suprir a alta demanda dos hospitais pelo equipamento. O respirador artificial é peça importante no tratamento de pessoas infectadas com o coronavírus.


+ Como congelar prestação do carro por 60 dias
+ Ex-Uber pode pegar 10 anos de prisão por espionagem
+ Indústria automotiva para hoje; veja quem fecha

A Ford aderiu ao esforço não apenas no Reino Unido. Nos EUA, a fábrica trabalha ao lado da 3M e da GE para fabricar um novo tipo de respirador. A fábrica da GM em Kokomo, Indiana, também está trabalhando no desenvolvimento de um respirador. A inciativa conta com a participação da Ventec, especializada em equipamentos hospitalares.

Na Itália, um dos principais epicentros da pandemia no momento, Fiat e Ferrari também trabalham nesse sentido. As duas montadoras vão emprestar recursos para uma fabricante de respiradores artificiais.

A Tesla de Elon Musk é mais uma montadora que vai construir respiradores. Musk, que inicialmente fazia parte da ala que minimzava os riscos e consequências da pandemia, entregou nesta semana mil aparelhos para o governo da Califórnia.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel