Carros mortos no Brasil, mas vivos no exterior

0
16981

Volkswagen Santana

Divulgação
Divulgação

O sedã médio foi o Volkswagen mais caro do Brasil até a abertura das importações, no início dos anos 1990. Descontinuado em 2006 no País, o nome ainda é utilizado em um sedã chinês, construído sobre a base do Polo de geração mais recente


Volkswagen Polo

Divulgação
Divulgação

Outro Volkswagen que ainda faz bastante sucesso do exterior, embora não esteja mais no Brasil, é o Polo. Lançado em 2002 e fabricado até o ano passado, o modelo saiu o mercado brasileiro sem deixar como substituto a geração mais recente, apresentada na Europa em 2009.

Chevrolet/Opel Corsa

Divulgação
Divulgação

No Brasil, o hatch saiu de linha em 2012, substituído pelo Chevrolet Onix. No exterior, porém, o nome ainda é utilizado no hatch compacto da Opel, duas gerações à frente do carro descontinuado no País.

Renault Scenic

Divulgação
Divulgação

Pioneira no segmento de monovolumes no Brasil, a última Renault Scenic brasileira deixou a linha de produção de São José dos Pinhais (PR) em 2010. Mas se no País tivemos apenas a primeira, na Europa o carro já está em sua terceira geração.

Chevrolet/Opel Meriva

Divulgação
Divulgação

E por falar em monovolumes a Meriva é outro exemplo de modelo que não está mais entre nós. Descontinuada no Brasil em 2012, quando foi substituída pela Spin, o modelo irá ganhar em breve uma terceira geração no mercado europeu.