Motorista que destruiu Porsche responderá por embriaguez

O motorista que destruiu o Porsche Cayenne na ponte Cidade Jardim, na ZOna Sul de São Paulo, na madrugada do último domingo, responderá por embriaguez ao volante
O motorista que destruiu o Porsche Cayenne na ponte Cidade Jardim, na ZOna Sul de São Paulo, na madrugada do último domingo, responderá por embriaguez ao volante

O motorista que destruiu o Porsche Cayenne na ponte Cidade Jardim, na Zona Sul de São Paulo, na madrugada do último domingo, responderá por embriaguez ao volante, informa a Rádio Bandeirantes. O motorista foi socorrido no local pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Albert Einstein. Ele sofreu apenas ferimentos leves.

+ Para apagar incêndio, bombeiros jogam BMW dentro da água
+ Adolescente furta Subaru e se envolve em acidente com Lamborghini
+ “Na hora desmaiei”, diz dono de Lamborghini alagada

O acidente ocorreu na madrugada de domingo. De acordo com as autoridades, o carro saiu do túnel Max Feffer em alta velocidade. O motorista, que não teve sua identidade revelada, destruiu o Porsche Cayenne avaliado em R$ 340 mil após bater no muro de proteção da ponte Cidade Jardim.

Após a colisão, o Porsche ainda atingiu duas árvores e um um painel de sinalização da CET. Pedaços do veículo ficaram espalhados nos dois sentidos da via. De acordo com o capitão Marcos Palumbo, para resgatar o motorista foi preciso um trabalho diferenciado dos bombeiros, porque o carro era blindado.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel