MotorResponde: Quais as maiores invenções da história dos automóveis?*

Estreia nossa nova seção de perguntas e respostas sobre o mundo dos automóveis. Criações de mentes brilhantes ou resultados de anos de pesquisa e desenvolvimento, essas inovações mudaram nossa vidas e o uso dos carros de maneira substancial

No campo automotivo, toda as inovações são importantes. Mas algumas mais do que outras… A história das quatro rodas ensina que não faltam ideias que, uma vez aplicadas em grande escala, literalmente mudam nossas vidas, e para melhor.

Sua introdução foi muitas vezes gradual, de acordo com um esquema “top-down” que prevê a adoção primeiro em modelos high-end, às vezes como opcionais caríssimos, para depois as espalhar para segmentos de mercado cada vez maiores, para se tornarem padrão.

Sem voltar muito no tempo, foi assim com dois sistemas eletrônicos essenciais para a segurança, primeiro experimentais e agora obrigatórios: o ABS e o ESP (no Brasil demoraram décadas a mais para a obrigatoriedade). A paternidade ou primogênese de algumas soluções são controversas, mas pouco importa: o importante é que nossa vida ficou melhor.

11949 – CINTO DE SEGURANÇA

Verdadeiro salva-vidas, chega primeiro nos EUA (com a Nash). Mas só em 1959 o engenheiro Nils Bohlin, da Volvo, inventou o sistema de três pontos, muito mais efetivo que os abdominais.

21896 – SINCRONIZADORES

A primeira transmissão sincronizada (no desenho, uma moderna) remonta ao final do século XIX: foi adotada, entre outros carros, no De Dion. Engatar as marchas tornou-se muito mais fácil.

31912 – PARTIDA

Ligar o motor usando a manivela era cansativo e perigoso: a solução chegou com a partida elétrica, juntamente com o sistema de iluminação, no americano Cadillac Touring Edition.

41897 – AQUECIMENTO

A Daimler foi a primeira montadora a levantar o problema de como aquecer os ocupantes do carro, mas a aplicação em larga escala veio bem mais tarde (abaixo, o Ford Model A).

51967 – ABS

Os freios anti-bloqueio estrearam no inglês Jensen FF. O mais eficaz sistema eletrônico da Bosch foi usado primeiro no Mercedes Classe S W116 de 1978 (foto)

61930 – AUTO-RÁDIO

Volumosos e caros (um quarto do preço de um carro pequeno…), os primeiros auto-rádios chegaram nos EUA nos anos 1930, com a Galvin Corporation. Hoje são integrados aos carros.

71990 – NAVEGADOR

A primeira opção de série chegou no Mazda Eunos Cosmo com motor Wankel; na Europa, estreou, ainda como item opcional, no BMW Série 7 de 1994.

81914 – MARCADOR DE COMBUSTÍVEL

Para saber quanto combustível havia no tanque era preciso abrir o tanque e medir. Aí
o Studebaker adotou o instrumento e foi bastante imitado (na foto, um Fiat 525 de 1929).

91972 – AIRBAG

A patente de John W. Hetrick remonta a 1953, mas a primeira aplicação é de mais de vinte anos depois: estreia no carro-conceito ESV da GM. Sua disseminação é bastante recente (no Brasil é obrigatório só desde 2014).

101996 – ESP

O sistemas de controle eletrônico de estabilidade (ESP) estreou no Mercedes-Benz S600 Coupé, mas se popularizou com o Classe A, da mesma marca, que foi obrigado a adotá-lo para controlar sua péssima estabilidade.

*A resposta, em resumo, seria: “cintos de segurança,
abs e esp”: eles já salvaram inúmeras vidas em acidentes de carro

blog comments powered by Disqus