Motos têm fim de ano agitado


No mês passado, o segundo Salão da Motocicleta contou com a presença de modelos como a Ducati Multistrada 1.200 cm³ e a Hipermotardi de 1.100 cm³. A Chinesa Regal Haptor mostrou a Ghost 320 cm³ e a Black Jack 320 cm³. A charmosa Harley-Davidson atraiu olhares com os modelos Fat Boy e Sportester AR1200, enquanto a Buell marcou presença com sua 1125CR Café Racer e a MV Agusta apresentou o modelo F4 1000 Senna, com três unidades no Brasil.

Este mês, no Salão do Automóvel, as motos também têm seu espaço. Em meio a novos modelos de carros, pelo menos, duas grandes marcas reservam lugar às suas motocicletas. E terão novidades. A BMW apresenta dois de seus modelos, a K1600 e a Super Bike BMW 1000RR. Já a Honda expõe a CG e Bros de 150 cm3 com novo logotipo ex e a max trail Transalp 700 cm³ , uma irmã menor da Varadero, para concorrer com a BMW G650, Suzuki V-Strom 650, e XT660R. A marca japonesa tem ainda outro lançamento em seu estande, que não foi anunciado até o fechamento desta edição.

BMW lança K1600 no Salão

Na sétima edição do Promot, na Alemanha, a BMW apresentou sua nova versão com motor de seis cilindros em linha com 1.649 cm³, 160 cv a 7.500 rpm e 17,8 kgfm a 5.500 rpm, sendo 70% do torque já às 1.500 rpm. O modelo mostrado no Salão de São Paulo está disponível em duas versões: uma GL e uma GTL. A moto conta com controle eletrônico de tração com três modos. A suspensão, Duolever na frente e Paralever na traseira, conta com amortecimento de três estágios: Sport, Normal e Comfort. Tem freios com ABS integral e faróis de xenônio adaptativos. No painel, tela de 5,7”, computador de bordo e GPS.

Uma moto, duas propostas

Com lançamento no Salão da Motocicleta, a nova big trail italiana, conta com motor V2 de 1.198 cm³ e 150 cv. Feita para longas viagens, a moto dispõe de ajustes eletrônicos de suspensão, freios com sistema ABS da marca Brembo, controle de tração e possibilidade de escolha do modo de pilotagem. Se usado no modo enduro, o motor só disponibiliza 100 cv, já no modo Sport, libera a cavalaria total. Com tanque de 20 litros de capacidade, a Ducati tem 300 km de autonomia. A caixa de câmbio tem seis velocidades, sendo a sexta marcha com overdrive para melhor consumo.

Honda Transalp dá as caras

Uma das estrelas do Salão do Automóvel será apresentada pela Honda para testar a reação do público. A Transalp 700, uma max trail, tem motor de 680 cm³ V-twin de 52° refrigerado a água, com 60 cv a 7.750 rpm e torque de 6,11 kgfm a 5.500 rpm. A Honda está mesmo precisando de uma boa moto para concorrer na categoria max trail, que vem apresentando crescimento expressivo de vendas. Suas maiores rivais são: BMW G 650, V-Strom, XT660R. Até o fechamento desta edição, seu preço ainda não havia sido divulgado.

Honda agora é flex

A Honda apresenta no Anhembi as novas versões de suas motocicletas campeãs de vendas, a CG 150 e a Bros 150, que agora passam a contar com o novo sistema Flex. Ao contrário da versão anterior, chamada de MIX (ao lado), agora as motos podem ser abastecidas com E100 (etanol 100%). Antes, como indicava o nome, era necessário manter 15% de gasolina no tanque, fazendo um mix de combustíveis que garantia tranquilidade na partida a frio. Com isso, some do painel a luz que indicava a necessidade de uso do combustível fóssil.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaSalão do automóvel 2010