Muito por pouco

HYUNDAI i30 2.0 R$ 59.990

Se o design da dianteira agrada,a traseira é ainda mais bonita. Vire as páginas e confiraos traços do hatch coreano que começa a ser importado em poucos meses e será fabricado aqui no final do ano que vem

Parece que a Hyundai se especializou em abalar o mercado de carros. Primeiro veio o Tucson, que se tornou o SUV da moda e líder de vendas na categoria. No começo deste ano, chegou o luxuoso sedã Azera, que vale R$ 140 mil, mas é vendido por apenas R$ 98 mil. Já no seu primeiro mês de vendas, ele se tornou o novo líder do segmento, superando Honda Accord, GM Omega, Chrysler 300C e outros excelentes concorrentes.

A bela disqueteira de painel, o ar-condicionado automático digital e a alavanca de câmbio com opção de selecionar qualquer marcha

No máximo até outubro, chega às revendas da Hyundai a principal atração da marca para o Salão do Automóvel de São Paulo: o hatch que i30, lançado no Salão de Genebra do ano passado. Os alvos principais dele são Golf, Vectra GT/GT-X, Peugeot 307, Stilo, Nissan Tiida e Citroën C4 VTR, além dos novos Ford Focus, que também será apresentado no Salão, e do Fiat Bravo, que deve chegar no ano que vem. Quais as armas do i30 para, mais uma vez, superar seus concorrentes? Primeiro, o preço, abaixo dos R$ 60 mil. A marca ainda não fechou exatamente o valor, mas ficará entre R$ 58 mil e R$ 59.990, para a versão 2.0.

Se para você não pareceu tão barato, veja o que está incluído neste valor (prepare-se, a lista é longa): SEIS airbags, câmbio automático, ar-condicionado digital, disqueteira para seis CDs com USB, conexão para iPod e comandos no volante, controle de estabilidade (ESP), painel com LEDs e fundo azul, computador de bordo, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, encostos de cabeça ativos, teto-solar, portaóculos, retrovisor interno com escurecimento automático, volante com regulagem de altura e profundidade, porta-luvas refrigerado, retrovisores rebatíveis eletricamente, bancos em couro e mais dois itens não confirmados: sensor de estacionamento e faróis automáticos… UFA!

Qual outro modelo oferece tudo isso por menos de R$ 60 mil? Nenhum. Alguns tem parte deles, como opcionais, mas aí o preço passa facilmente dos R$ 70/75 mil. Ou seja, o i30 certamente terá a melhor relação custo-benefício da categoria de hatches médios.

O painel tem saídas de ar grandes e bem distribuídas. Abaixo, os mostradores com fundo azul e a tela do computador de bordo entre o velocímetro e o conta-giros, como nos Audi, o volante com comandos do regulador de velocidade e do sistema de som e um de seus porta-objetos, localizado na parte superior central. Tudo com acabamento de primeira, além de couro nos bancos

Além de muito bem equipado, o i30 tem mais qualidades, a começar pelo motor 2.0 de 143 cv com comando variável. Com a caixa automática de quatro marchas, o hatch acelera de 0 a 100 km/h em pouco mais de dez segundos e atinge a máxima de 205 km/h, com consumo de 13,2 km/l (média cidade/estrada). A transmissão, embora sem opção seqüencial, permite que o motorista selecione qualquer uma das marchas usando a alavanca, e tem funcionamento bastante suave.

Ao volante, o i30 comporta-se excepcionalmente: a direção com assistência elétrica progressiva é leve e tem respostas precisas, todos os comandos ficam bem à mão, a posição ao volante (com regulagem ampla de altura e profundidade) é boa e as respostas do motor eficientes, principalmente acima de 4.000 rpm.

Desenvolvido para o mercado europeu, a segurança é seu forte. Além dos airbags, ESP e ABS, a suspensão capricha na segurança e esportividade), sem ficar devendo conforto. Tem sistema MacPherson na dianteira e suspensão traseira independente multi-link, com comportamento exemplar em curvas e emergências.

O design é marcante, com linhas traseiras inspiradas no BMW Série 1. Impressionam também os seus 2,65 metros de entreeixos. Como referência, a distância no Golf é de 2,52 metros, e no Vectra GT, 2,60 metros. Isso significa mais espaço (ele é generoso com quem viaja no banco traseiro – e porta-malas de 340 litros.

Para quem tem preconceito com carros coreanos, nas avaliações do “Strategic Vision”, instituto de pesquisas americano, a Hyundai foi a marca com mais veículos no topo da lista de qualidade em 2007, superando Toyota e Honda. Em 2006, na avaliação de qualidade das marcas, bateu a Toyota e ficou atrás apenas da Porsche e da Lexus.

Entradas USB e para iPod, controle de estabilidade, porta-óculos e a identificação de um dos seis airbags

A conclusão, como já foi dito, é clara: o i30 tem potencial para “detonar” o segmento de hatches médios e se tornar um sucesso extraordinário. Além de tudo, ainda deve ter cinco anos de garantia sem limite de quilometragem, como toda a linha Hyundai. E, como se o modelo 2.0 não fosse suficiente, no ano que vem chega também a versão 1.6 automática (com 122 cavalos!), com os mesmos equipamentos e preço mais baixo, na casa dos R$ 52/55 mil. E a fábrica da Hyundai no Brasil, que no fim do ano começa a produzir o Tucson, no segundo semestre de 2009 vai iniciar a produção do i30. E que ela seja grande, pois vai ter muita gente querendo comprá-lo!

A traseira, que lembra um BMW, nos rendeu muitos elogios nas ruas

Peugeot 307 R$ 75.750

O preço acima é da versão Griffe, mais completa. A versão 2.0 aut. começa em R$ 65.600. É bem equipado, mas tem dois airbags e não tem controle de estabilidade.

Citroën C4 VTR R$ 71.325

Tem a mesma potência do i30 e nível de equipamentos semelhante (pelo preço acima), mas apenas duas portas e câmbio manual. Seu design moderno não agrada a todos.

Ford Focus 2.0 R$ 69.625

O preço acima é da versão Ghia com câmbio automático, bem equipada mas com só dois airbags. Sua nova geração, totalmente mudada, será apresentada no Salão de São Paulo.

Fiat Stilo Dualogic R$ 77.060

Para ter seis airbags e controle de tração, opcionais, é preciso ir para a versão Sporting, que faz seu preço ficar proibitivo, mas tem o belo teto panorâmico. Muda no ano que vem.

Golf 2.0 Comfortline R$ 80.410

Na versão mais próxima do i30, sai por R$ 80.410. Isso com apenas dois airbags, sem ESP e com motor de fracos 116 cv – ajudado pelo câmbio automático de seis marchas.

`Vectra GT-X R$ 73.590

O preço é da versão automática de quatro marchas, com apenas dois airbags e sem ESP nem teto solar. O motor de 128 cv, de concepção antiga, tem consumo elevado.

Abaixo, a saída do ar-condicionado dentro do porta-luvas, o porta-malas com a mesma capacidade do Honda Civic, e o eficiente motor 2.0 a gasolina (o flex está sendo estudado)