Multa a pedestre e ciclista: as novas leis que vêm aí

0
218
Com a chegada do Novo Código de Trânsito, Detran SP passou a oferecer 40% de desconto em multas pagas online
Com a chegada do Novo Código de Trânsito, Detran SP passou a oferecer 40% de desconto em multas pagas online

Multa para pedestre e ciclista, revisão do processo de formação de condutores, e a regulamentação de veículos autônomos (sem condutor). Estas são algumas das pautas que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) tem na agenda regulatória para o biênio 2021-2022. A portaria com a nova agenda foi publicada na segunda-feira no Diário Oficial da União (DOU).

Lei pode prorrogar isenção de IPI na compra de carro PCD
CNH já tem validade mais longa: veja mudanças na lei
Lei proíbe trocar lâmpada do farol do carro; o que muda


Além da possibilidade de multa para pedestre e ciclista, a agenda do próximo biênio também vai debater a regulamentação do drogômetro, aparelho similar ao bafômetro e que identifica a ingestão de drogas, mas que ainda não tem um regulamento para a implementação do aparelho nas fiscalizações de trânsito.

A agenda também vai tratar da revisão do normativo sobre o exame toxicológico; das normas de segurança dos ônibus duplo piso (dois andares); da regulamentação da inspeção técnica veicular revisão; da elaboração de normativos sobre segurança de motociclistas e revisão do normativo sobre tacógrafo, entre outros temas.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, pasta a qual o Denatran é ligado, a agenda com temas como multa para pedestre e ciclista tem por finalidade determinar as matérias de cunho regulatório ou normativo a serem estudadas pelo departamento em “períodos preestabelecidos para, em seguida, serem submetidos para apreciação e aprovação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ou em outras instâncias competentes de regulação mais adequadas”.

De acordo com a portaria, caberá às coordenações do Denatran a implementação e o acompanhamento da agenda regulatória. Os temas podem sofrer ajustes, mediante indicação do Ministério da Infraestrutura.