Musk é alvo de protestos na Alemanha por desmatamento

Desmatamento de 300 hectares para implantação de nova fábrica gerou protestos

Musk voltou a insultar o Facebook
Elon Musk usou o Twitter para voltar a insultar o Facebook: "deletem, é ridículo"

A iniciativa verde de Elon Musk eu seus carros elétricos Tesla tropeçou feio esta semana segundo alguns ambientalistas alemães. O CEO e sua montadora foram alvos de protestos depois que foi anunciada que a implantação de uma fábrica ocasionaria o desmatamento de 300 hectares de floresta nativa, informa a edição digital da Business Insider.

+ Elon Musk vai reembolsar cliente que gastou R$ 16 mil em app da Tesla
+ Primeiras unidades do Tesla Model 3 vão para os funcionários
+ Tesla anuncia estúdio de design na China e mostra projeto misterioso

A nova instalação da montadora será na pequena localidade de Grunheide, menos de 40 km a leste de Berlim. A cidade com menos de 9 mil habitantes foi escolhida para receber a quarta Gigafactory da Tesla que deve empregar 12 mil funcionários e produzir anualmente meio milhão de automóveis.

A construção, entretanto, esbarrou no protesto de alguns moradores que reclamam do desmatamento que a chegada da fábrica irá ocasionar. “Eu não sou contra a Tesla. Mas é sobre o local. É uma área de floresta de proteção ambiental de vida silvestre. É realmente necessário?”, questionou um manifestante ouvido pela Reuters.