Na Argentina, carro brasileiro chega a custar o dobro do preço

0
29529

Mesmo com o Mercosul, que permite a importação de carros feitos no Brasil sem impostos de importação, os valores cobrados do consumidor argentino por um carro 0km brasileiro não são nada amistosos. Confira abaixo os preços de seis modelos, levantados nos sites dos fabricantes e convertidos para o real.

1VW Up — 146.971,91 pesos (R$ 64.153)

Roberto Assunção

Tirando o motor 1.0 de três cilindros, que é calibrado apenas para gasolina e desenvolve 75 cv no mercado argentino, e o rádio com bluetooth de série, modelo é praticamente idêntico aos carros vendidos nas concessionárias brasileiras. Com o valor cobrado pelo Take Up 3 portas na Argentina, seria possível comprar duas unidades da mesma versão no Brasil (R$ 30.990)… e ainda sobraria um belo troco.

2Toyota Etios Sedã X — 178.500 pesos (R$ 72.895)

Toyota

Sedã de entrada da Toyota na Argentina, o compacto sai mais caro do que um médio Toyota Corolla, que por aqui custa R$ 69.690 na versão GLi manual. No mercado nacional, o Etios Sedã sai por R$ 45.190 na versão X.


3Ford EcoSport — 236.800 pesos (R$ 103.363)

Ford

No mercado argentino, o crossover compacto feito em Camaçari (BA) ainda é oferecido na versão básica S, descontinuada por aqui. Mesmo assim, o EcoSport na versão SE (básica no Brasil, intermediária na Argentina, sai por R$ 67.700 no mercado nacional.

4Fiat Idea Adventure — 241.500 pesos (R$ 105.414)

Fiat

Mais um exemplo de carros quase idênticos (o modelo vendido na Argentina não é flex) e que tem um abismo de valor entre eles. No Brasil, a mesma versão custa R$ 61.610.

5Honda Civic LXS — 262.500 pesos (R$ 114.581)

Honda

Com o valor cobrado pela versão de entrada do sedã médio brasileiro, equipada com transmissão manual, seria possível comprar no Brasil um modelo maior, como o Ford Fusion, que sai por R$ 106 mil na versão 2.5. No País, o mesmo Civic sai por R$ 71.900.

6Chevrolet Trailblazer — 554.399 pesos (R$ 241.995)

Fabio Gonzales/Chevrolet

O SUV da Chevrolet já é um dos automóveis mais caros produzidos atualmente no Brasil. Mas mesmo aqui, o jipão é vendido por R$ 183.890 na versão LTZ 2.8 Turbodiesel, a única oferecida no país vizinho.