Avaliação: não confunda este HR-V Touring com aquele outro Touring

Quando soubemos que a Honda lançaria uma versão Touring do HR-V, logo imaginamos que poderia ser uma versão turbinada e mais potente do crossover, assim como foi feito na nova geração do Civic. Só que não. Conservadora, a montadora japonesa mostrou no Salão de São Paulo do ano passado que o HR-V Touring manteria o conjunto mecânico das demais versões. Ou seja: motor 1.8 flex aspirado de 140 cv e transmissão CVT (continuamente variável). Agora o carro está à venda por R$ 105.900.

Por R$ 4.500 a mais que o HR-V EXL, o HR-V Touring traz alguns mimos para deixar o carro mais competitivo na casa inicial dos R$ 100 mil. Assim, ele tem novos faróis com luzes diurnas (DRL), lanternas em LED, sensor de estacionamento traseiro, sensor de chuva e sensor crepuscular. Os demais equipamentos de destaque já estavam disponíveis no HR-V EXL: freio de estacionamento eletrônico, ar-condicionado digital touchscreen, paddle shifts para troca de marchas no volante e central multimídia com tela de 7”.

Para quem ficou empolgado com o Civic Touring, com seus 173 cv de potência, baixo nível de emissão de poluentes e consumo nota A no Inmetro, o HR-V Touring é um pouco decepcionante. Afinal, são 33 cv de diferença e seu motor tem uma discreta nota C de consumo. Mas, como não se pode ter tudo na vida, é preciso se acostumar com as coisas que o HR-V tem de bom. E são muitas coisas.

De cara, é o SUV/crossover mais vendido do Brasil. Seu design é esportivo e até hoje as pessoas se surpreendem com as maçanetas das portas traseiras escondidas, dando a impressão de que o carro é um cupê de duas portas. Em termos de desempenho, o motor 1.8 mantém o HR-V num padrão elevado, especialmente quando comparado com o Nissan Kicks (116 cv).

Sua dirigibilidade é muito agradável e as borboletas no volante permitem uma condução mais esportiva, mesmo com o câmbio CVT (cuja função essencial é economizar combustível). Ao contrário de alguns SUVs/crossovers, o Honda HR-V permite que você entre rápido numa curva e faça ultrapassagens com segurança, pois o carro é muito equilibrado e inclina pouco. Tais atributos o mantém na liderança da categoria, com 11.178 emplacamentos no primeiro trimestre.


Ficha técnica:

Honda HR-V Touring 1.8 CVT

Preço básico: R$ 105.900
Carro avaliado: R$ 105.900
Motor: 4 cilindros em linha 1.8, 16V, duplo comando variável
Cilindrada: 1799 cm3
Combustível: flex
Potência: 140 cv a 6.500 rpm (g) e 139 cv a 6.300 rpm (e)
Torque: 17,3 kgfm a 4.800 rpm (g) e 17,4 kgfm a 5.000 rpm (e)
Câmbio: CVT, sete marchas simuladas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco (d/t), ventilado na dianteira
Tração: dianteira
Dimensões: 4,294 m (c), 1,772 m (l), 1,586 m (a)
Entre-eixos: 2,610 m
Pneus: 215/55 R17
Porta-malas: 437 litros
Tanque: 51litros
Peso: 1.279 kg
0-100 km/h: 11s5 (g) e 10s8 (e)*
Velocidade máxima: 185 km/h (g)*
Consumo cidade: 10,5 km/l (g) e 7,1 km/l (e)
Consumo estrada: 12,1 km/l (g) e 8,5 km/l (g)
Emissão de CO2: 120 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: A (Utilitário Esportivo Compacto)

blog comments powered by Disqus