Nem tudo é perfeito

Com a apresentação do novo EcoSport, que começa a ser vendido entre julho e agosto deste ano, o modelo antigo se torna uma boa opção para quem pretende comprar seu primeiro SUV nacional. Nos próximos meses, a nova geração atualizada do utilitário deve causar uma queda nos preços do modelo antigo. Ruim para quem quer vender o carro, mas muito bom para quem está querendo comprá-lo. A probabilidade de um bom negócio cresce.

Entre os grandes apelos de venda do carro está seu visual tipicamente utilitário. O modelo chama a atenção e é um sonho para as pessoas que desejam o status de um SUV sem pagar muito por isso. Claro que esse preço mais baixo tem justi cativa. O Ford, apesar da boa distância do solo, não tem o mesmo potencial no fora de estrada que um utilitário de grande porte nem a mesma potência. Seu acabamento também é inferior.

“Passou a ser um sonho realizado, um carro alto e de motorização superior”, comenta a proprietária Renata Andréa Cardoso. Mas reclama que o sonho acabou após as revisões. “Tive problemas de aquecimento que nunca foram resolvidos; consertavam, mas não demorava e o problema estava lá, diversas vezes fiquei parada por esse motivo”, completa.

Há quem reconheça os defeitos e conviva bem com o carro.”Este é meu terceiro Eco. Não acho que seja um carro excelente e os acabamentos são péssimos, mas tenho casa no campo e sua altura é um diferencial entre os veículos da mesma faixa de preço”, comenta Cesar Itiberê. A autorizada reconhece o problema. “As reclamações durante revisões são mínimas, as principais queixas são referentes a barulhos, facilmente resolvidos”, a rma Valdo Silva, consultor técnico da Ford Itavema. Segundo Mauro Frison, proprietário da o cina Frisontech, essa é mesmo uma queixa comum.

O espaço interno, a altura do solo e a motorização do modelo FreeStyle 1.6 se destacam entre os proprietários consultados. “Os usuários são quase unânimes. Ele anda bem e é gostoso de dirigir, mas o consumo é elevado”, diz Mauro. Inez Valente concorda com o parecer do especialista. “O carro tem boa visibilidade e o motor responde bem, mas seu consumo, tanto na cidade quanto na estrada, é muito alto.”

Em relação à desvalorização, por enquanto, o modelo está na média do segmento, mas a comercialização da nova geração tende a aumentá-la. Por isso, ou espere um pouco para comprá-lo ou peça descontos junto ao vendedor. Essa será a chave para o bom negócio.

Apesar de ter sido melhorado na última reestilização, o acabamento do Ford ainda deixa a desejar. Mas o espaço na traseira, a visibilidade, a altura e o motor compensam

Pelo mesmo preço

Mitsubishi TR4 mec 2009 R$ 44.653

Apesar de ser tão gastão quanto o Ford, esse SUV é realmente um utilitário. Se você precisa de capacidade para o off-road essa é a escolha certa por ter tração 4×4 e reduzida. Mas o espaço interno é menor e as peças são mais caras.

Hyundai Azera GLS 2007 R$ 44.377

Se o seu problema é espaço interno e você não está disposto a abrir mão de luxo, conforto e itens de série. O consumo é alto, mas o desempenho é muito superior ao da grande maioria de carros dessa faixa de preço. É um exemplo de carro que desvalorizou muito e virou um ótimo negócio.

Chevrolet Cobalt LT 1.4 2012 R$ 44.260

Espaçoso, esse familiar da Chevrolet tem a vantagem de ser zeroquilômetro e um lançamento recente que, portanto, não vai mudar tão cedo. Mas se desempenho é fundamental para você, o EcoSport oferece mais que o Cobalt.

EcoSport XLT FreeStyle 1.6 2010

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,6 litro, 8V TRANSMISSÃO manual, cinco marchas, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,24 m – larg.: 1,73 m – alt.: 1,63 m ENTRE-EIXOS 2,490 m PORTA-MALAS 292 litros PNEUS 205/65 R15 PESO 1.202 kg GASOLINA POTÊNCIA101 cv a 5.500 rpm TORQUE 14,5kgfm a 4.250 rpm VEL. MÁXIMA 158 km/h 0 – 100 km/h 14,5 segundos CONSUMO cidade: 11,6 km/l – estrada: 14,6 km/l CONSUMO REAL cidade: 9,1 km/l – estrada: 10,5 km/l ETANOL POTÊNCIA 107 cv a 5.500 rpm TORQUE 15,3 kgfm a 4.250 rpm VEL. MÁXIMA 165 km/h 0 – 100 km/h 13,4 segundos COSUMO cidade: 7,6 km/l – estrada: 9,7 km/l CONSUMO REAL cidade: 6,1 km/l – estrada: 7,0 km/l

GOSTEI…

” É um carro para a família, confortável e muito espaçoso. Tem boa visibilidade e o motor responde bem aos comandos”

Inêz Valente proprietária

NÃO GOSTEI…

“Falta design e o acabamento interno é ruim. Além disso, tive problemas de aquecimento que nunca foram resolvidos”

Renata Andréa proprietária

MERCADO

Em um ano, o Ford desvalorizou 4,66 %. No mesmo segmento, seu rival Aircross teve a menor queda, com 2,39% e o Fiat Idea perdeu 6,70% de seu valor no ano

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorConforto acessível
Próxima notíciaAgora no rumo certo