NGK completa 59 anos de atividades no Brasil

Fábrica de Mogi das Cruzes (SP) foi a primeira da multinacional fora do Japão

Divulgação

A NGK completa neste anos 59 anos de atuação no Brasil. Primeira fábrica da multinacional japonesa fora do Japão, a unidade brasileira, localizada em Mogi das Cruzes (SP), anunciou neste ano um investimento de R$ 210 milhões para os próximos três anos. “Os investimentos anunciados neste ano são a prova da confiança da empresa no potencial do mercado brasileiro”, afirma Pedro Rodrigues, diretor Geral de Vendas e membro do Conselho Diretor da NGK do Brasil.

Especialista em sistema de ignição, a NGK produz em Mogi das Cruzes velas e cabos de ignição, e é líder de mercado no aftermarket nacional e um dos principais fornecedores dos componentes para as montadoras. As peças produzidas no Brasil abastecem ainda o mercado sul americano. A empresa comercializa também bobinas de ignição para o mercado de reposição e sensores de oxigênio e de detonação, sob a marca NTK, para a reparação e mercado original.

Além do ramo automotivo, a NGK atua também no setor de ferramentas de corte, com a marca NTK, onde é referência em peças voltada para usinagem de materiais. Já no segmento de revestimentos e construção civil, a empresa fabrica e comercializa as pastilhas de porcelana da Super NGK.