Nissan apresenta em Buenos Aires a Nova Frontier

A Nissan mostrou em seu estande a Nissan Frontier reestilizada, que nos interessa porque será vendida no Brasil – embora só no final de 2016. 

A apresentação da picape no Salão de Buenos Aires se justifica pelos planos de produção local. O novo modelo será fabricado em uma nova linha na fábrica da Renault em Córdoba (marca com a qual tem uma aliança estratégica) anunciada no Salão. Com investimentos de US$ 600 milhões, essa nova linha produzirá não apenas a nova Frontier – mas, antes mesmo dela, as picapes médias da Mercedes e da Renault (sim, uma outra picape da marca francesa, essa média de verdade, maior que a Duster Oroch). 


A explicação para essa decisão é simples: como a Nissan já tem a geração atual da Frontier fabricada hoje pela Renault em São José dos Pinhais (PR), o grupo decidiu dar prioridade para essas médias da Renault e da nova parceira Mercedes-Benz, e assim a nova geração da Frontier, que já estará nos mercados orientais e servirá de base para as duas, ficará no fim do cronograma.

Nesse período, a nossa Frontier continuará no mercado sem mudanças até 2018, convivendo com a nova geração, que antes do início da produção argentina será importada do México.

Mesmo com a demora, é legal saber como será essa nova geração da Frontier. Vamos lá:suspensão multilink/eixo rígido, novo motor a diesel, transmissão manual ou automática de sete velocidades e uma dirigibilidade muito mais sofisticada. Mais detalhes virão em breve.