Nissan atinge marca de 30 mil veículos produzidos em Resende

Um dos poucos fabricantes baseados no país a registrar crescimento nas vendas no primeiro bimestre deste ano, a Nissan planeja fechar o ano com uma participação de 3% no mercado brasileiro.

E uma das peças centrais desta estratégia é a fábrica da empresa em Resende (RJ), que comemorou neste mês o primeiro ano de operações, com a produção de 30 mil veículos.

“Esperamos encerrar o segundo ano com a produção de 68 mil automóveis. Mesmo com o cenário atual, temos planos de crescimento. Vamos reforçar a nossa rede de concessionários em 25% [hoje em 160 lojas]”, ressaltou François Dossa, presidente da Nissan no Brasil.

Ainda segundo Dossa, para atingir esta meta de produção, a empresa não pretende mexer no quadro de funcionários, hoje em 1,8 mil pessoas. Atualmente, a unidade industrial produz os modelos New March e Novo Versa, além dos motores 1.0 de três cilindros e 1.6 16v.

SUV NISSAN

De olho no crescimento do mercado nacional de utilitários compactos, o conceito Kicks, apresentado ao público durante o último Salão do Automóvel de São Paulo, no ano passado, segue nos planos de produção da filial brasileira da Nissan. “Este segmento [o de utilitários compactos] cresce muito mais do que o mercado. O Kicks é uma possibilidade. Se depender de mim, é certeza absoluta que ele será produzido”, destacou François Dossa, presidente da Nissan no Brasil.

Desenvolvido pelo centro de design da marca no país em parceria com outros três estúdios da empresa no mundo, o modelo deve chegar ao mercado no próximo ano, para coincidir com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar