Nissan Kicks virá com Sem Parar instalado de fábrica

Indústria automotiva para a partir de hoje para conter o coronavírus
Indústria automotiva para a partir de hoje para conter o coronavírus

A Nissan anunciou que o crossover Kicks virá com Sem Parar instalado de fábrica. O dispositivo funciona para o pagamento automático no Brasil. Com o Sem Parar instalado já na linha de montagem no Complexo Industrial de Resende, os clientes do Kicks terão desconto de 10% nas mensalidades.

O cliente que optar pela ativação do serviço poderá utilizá-lo, além das praças de pedágio, em mais de 650 postos de combustíveis, 330 drive-thrus, 150 lava rápidos e em uma rede de mais de 1400 estacionamentos.

+ Novo Kicks UEFA Champions League custa R$ 98 mil
+ Avaliação: o elétrico Nissan Leaf na cidade, na estrada e no cotidiano
+ Exclusivo Nissan Z432R é arrematado por mais de US$ 800.000

Ao escolher ativar o serviço, o cliente poderá escolher entre dois planos: Na Cidade e Em Todo Lugar.

O primeiro é voltado para quem se desloca mais dentro da cidade, conta com gratuidade em 12 mensalidades e, a partir do 13º mês, desconto de 10%, pagando R$ 13,41 por mês. O serviço é disponível para pagamento de estacionamentos, drive-thru, lavagem de automóvel e abastecimento. Caso o cliente deste plano utilize o serviço de pedágio, haverá cobrança da taxa única de R$ 14,90 de roaming no mês de utilização do serviço.

O Em Todo Lugar é direcionado a quem viaja regularmente, contará com gratuidade em 04 mensalidades e, partir do 5º mês, terá um desconto de 10%, pagando R$ 25,11 por mês. O serviço é disponível para pagamento de estacionamentos, drive-thru, lavagem de automóvel, pedágio ilimitado sem cobrança adicional e utilização imediata de abastecimento para a forma de pagamento cartão de crédito. Na opção débito, a funcionalidade de abastecimento inicialmente não estará disponível.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar