No Mundo da fantasia

Roberto Assunção

O nome lembra o VW CrossFox, a fantasia off-road com adereços plásticos exagerados traz à mente os Fiat Adventure. Diferentemente desses rivais, porém, o novo Etios Cross não tem pneus de uso misto ou suspensão elevada. É um aventureiro urbano, mas não oferece vantagem nem mesmo para encarar buracos, valetas e lombadas nas cidades. Tem apenas um visual “diferenciado”, como explicou a marca na apresentação do carro.

Além das molduras plásticas nas caixas de roda e na lateral, a versão Cross tem na dianteira uma “boca grande” de plástico prateado, grade de filete único, para-choque mais largo, luzes de neblina e seta no para-choque e faróis “alongados” (uma peça sem função prática estende os faróis até a grade). O plástico prata é usado também nos racks de teto, nas laterais e na proteção do para-choque traseiro. Completam o visual rodas exclusivas e repetidores de seta nos retrovisores. Já no interior, é quase igual ao Etios XLS, no qual se baseia. De diferente, tem bancos com bordados alusivos à versão e retrovisores elétricos (inexistentes nas demais configurações).

A justificativa para não mexer nas suspensões ou pneus do Etios convence. Afinal, ele pode ter defeitos – como o painel central e a falta de alguns itens de conforto –, mas não há como negar que é um carro bom de guiar, com suspensões que, além de confortáveis, transmitem qualidade e segurança. E aí a marca, sabiamente, não quis prejudicar um dos melhores atributos do Etios. Para completar, a direção elétrica tem calibração excepcional, o câmbio tem engates precisos e o motor 1.5, embora não esbanje potência (96,5 cv), é elástico e muito econômico, principalmente na cidade e com gasolina (nota A no Programa de Etiquetagem).

Já à venda por R$ 45.690, o Etios Cross quer roubar a clientela não só do CrossFox, mas também de outros pseudoaventureiros. Em preço, fica próximo do Renault Sandero Stepway (R$ 46.040 com o sistema multimídia e GPS), do Gol Ralllye (R$ 46.670) e do Hyundai HB20X (R$ 48.755) – todos mais potentes, alguns mais equipados. O mais caro do grupo é o CrossFox, que sai por R$ 52.563 com som, volante multifuncional e rodas de liga leve. Mas esses rivais oferecem, ao menos, suspensões elevadas. Estão longe de encarar aventuras off-road, mas são mais aptos para os obstáculos das cidades.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorJeep à italiana
Próxima notíciaUm príncipe em Mônaco