Nova Nissan Frontier começa a ser produzida na Argentina

Novo modelo da picape deve ser exportado para o Brasil, Chile e Colômbia.

0
38
Frontier
Foto: Divulgação

A Nissan anunciou o início da produção da Nova Nissan Frontier, fabricada em Córdoba (Argentina), para abastecer o mercado local, além da exportação para o Brasil.

A Nova Nissan Frontier, que este ano começará a ser exportada também para Chile e Colômbia, atendendo às normas Euro 6, torna-se um exemplo claro do compromisso da marca japonesa com a região. Posiciona-se também como um dos principais concorrentes do segmento por suas vendas e pela aceitação pelos clientes, garantindo a sustentabilidade do negócio e criando oportunidades para a Nissan na Argentina e na América do Sul no médio e longo prazo.

+ Nissan lança pacotes para customização do Kicks, Versa e Frontier
+ Nissan Frontier ganha versão off-road extrema na Austrália
+ Avaliação: Mesmo sem turbo, Nissan Kicks vai muito bem ao volante
+ Nissan confirma presença em Salão Diecast Brasil 2022


“Estamos promovendo a produção local e criando um ecossistema de oportunidades que vai da base de fornecedores, da fábrica onde a Frontier é produzida até o ponto de venda, e também contribuindo para o nosso objetivo de promover as exportações. Em setembro de 2021, atingimos a marca de 25.000 unidades da Nissan Frontier exportadas para o Brasil desde o início da produção na Argentina e nossas expectativas para este novo modelo são animadoras”, afirma Gonzalo Ibarzabal, presidente da Nissan Argentina.

O reforço da presença da Nissan na Argentina não é novo. Este projeto começou em 2015, com o anúncio de um investimento de 600 milhões de dólares e uma visão clara do futuro da empresa no país. Em julho de 2018, o compromisso foi cumprido com o lançamento do seu primeiro marco: o nascimento da Nissan Frontier produzida localmente.

Em 2021, a marca registrou um aumento de suas vendas no país vizinho em 26% e as da Nissan Frontier em 58%. Sucesso que a Nissan Frontier também vem trilhando no Brasil. Em 2021, o modelo foi o que registrou o maior aumento de vendas do seu segmento no mercado brasileiro, com uma evolução de 40% em relação ao ano anterior.

MAIS NA MOTORSHOW:

+ Abarth chega ao Brasil como marca; Pulse será o primeiro modelo comercializado
+ Caça russo é usado pela primeira vez em combate
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Mitsubishi Pajero completa 40 anos cheio de histórias e curiosidades
+ Comparativo de SUVs: Jeep Compass vs. VW Taos e Toyota Corolla Cross
+ Avaliação: Honda CR-V agrada aos fãs, mas vale a pena?
+ Surgem primeiras imagens do Antonov An-225 destruído
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Mercedes de Hitler é pivô de grande polêmica