Todos os detalhes do novo Ford Fiesta

A Ford apresentou nesta terça-feira (29), na Alemanha, a sétima geração do Fiesta. Em relação ao atual, ficou mais sofisticado e estreia novas tecnologias, com o objetivo de se distanciar do Ka+ (o Ford Ka hatch brasileiro). Por este motivo, o Fiesta perdeu as versões ‘peladas’ de entrada, para se posicionar em uma faixa superior do mercado. São quatro configurações: o aventureiro Active, o esportivado ST-Line, a Titanium e a topo de linha Vignale. As vendas começam no primeiro semestre de 2017.

As linhas gerais da carroceria são muito próximas às da sexta geração do compacto, lançada na Europa em 2008 e produzida desde 2013 em São Bernardo do Campo (SP), mantendo inclusive a grade ‘bocão’ que é atualmente parte da identidade visual da marca. A maior mudança está na traseira, com destaque para a adoção das lanternas horizontais.

O interior também é completamente novo e não lembra em nada o do Fiesta atual, com novos materiais e a transmitindo a aparência de um carro de categoria superior. Destaque para a adoção do sistema multimídia Sync3, com tela colorida de oito polegadas sensível ao toque pela primeira vez no modelo (inclusive no mercado europeu), e para o pacote de tecnológico com alertas de colisão e mudança de faixa, sistema de estacionamento automático, piloto automático adaptativo e alerta de pontos cegos.

A Ford não divulgou a ficha técnica completa do novo Fiesta, que inicialmente será equipado com o motor 1.0 EcoBoost, o mesmo que atualmente equipa o Fiesta brasileiro.