Novo Honda Civic chega ao Brasil a partir de R$ 87.900; conheça as versões

0
23127

A Honda apresentou oficialmente nesta quarta-feira (20) a nova geração do Civic brasileiro. Da mesma forma que as gerações anteriores, o novo sedã médio da Honda é baseado no carro vendido nos Estados Unidos e chega ao mercado em quatro versões, com preços que variam entre R$ 87.900 e R$ 124.900 (confira aqui nossa primeira avaliação das versões EXL e Touring)

De acordo com a Honda, a nova carroceria é 25% mais rígida que a do Civic de nona geração, mesmo com a redução de 22 kg no peso. O novo Civic tem 4,63 m de comprimento, 10,5 cm maior que o antecessor, e cresceu 3,2 cm no entre-eixos, que agora é de 2,70 m. O porta-malas também cresceu, de 449 litros para 525 litros. Outra mudança foi no painel, que passa a ser mais comportado e deixa de ter dois níveis.


A versão mais acessível agora é a Sport (R$ 87.900) e será oferecida apenas com o motor 2.0 flex de 150/155 cv de potência e 19.5 kgfm de torque a 4.800 rpm, que até a geração passada era exclusivo das versões mais caras. O Civic Sport será o único disponível com o câmbio manual de seis marchas. Com o novo câmbio automático CVT de sete marchas simuladas, o preço desta versão de entrada sobe para R$ 94.400.

Nesta configuração de entrada, o Civic traz ar-condicionado digital, rodas de 17 polegadas, grade frontal com acabamento na cor preta, painel de instrumentos com velocímetro digital e conta-giros analógico, freio de estacionamento eletrônico com assistente de saída em rampas, piloto automático, volante multifuncional, câmera de ré, sistema multimídia com tela de cinco polegadas, airbags frontais, laterais e de cortina, controle eletrônico de tração e estabilidade, faróis de neblina, luzes diurnas de LED e sistema Isofix de fixação de assentos infantis.

Com a mesma motorização, o EX parte de R$ 98.400 e acrescenta rodas de liga leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, grade frontal cromada, retrovisores externos rebatíveis eletronicamente com repetidores de seta em LED, faróis com acendimento automático, bancos de couro e velocímetro digital.

O pacote seguinte é o EXL, que sai por R$ 105.900 e traz a mesma lista do EX, acrescida de ar-condicionado de duas zonas, sistema multimídia com tela de sete polegadas e navegador GPS (compatível também com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay) e painel de instrumentos com tela digital de alta resolução.

A versão de topo agora é a Touring, com valor de tabela de R$ 124.900. Esta é a única disponível com o novo motor 1.5 turbo, que abastecido somente com gasolina desenvolve 173 cv de potência e 22.4 kgfm de torque entre 1.700 rpm a 5.500 rpm.

A lista de equipamentos ganha o reforço de sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, bancos dianteiros com ajuste elétrico em oito direções, sensor de chuva, retrovisor interno fotocrômico, teto solar elétrico, sistema de partida por botão no painel ou via controle remoto, painel e guarnição de portas com acabamento em alumínio escovado e maçanetas externas cromadas e os faróis principais e de neblina de LED.

Esta versão marca ainda a estreia no Civic de um novo pacote de equipamentos de segurança, com piloto automático adaptativo e o sistema LaneWatch (com câmera de visualização de pontos cegos no retrovisor direito).

VENDAS

O novo Civic estará disponível nas concessionárias somente a partir do dia 25 de agosto, mas a pré-venda será iniciada no próximo dia 30. Além das cores Branco Tafetá (sólida), Cinza Barium(metálica), Prata Platinum (metálica) e Preto Cristal (perolizada), o modelo estará disponível também na nova cor Branco Estelar (perolizada).