Novo Jeep Wrangler decepciona em teste de colisão na Europa

Pacote de equipamentos de segurança e proteção aos ocupantes em colisões frontais foram os responsáveis pelo desempenho negativo do utilitário

1975
Jeep Wrangler no Euro NCAP (Divulgação)

Mesmo os carros vendidos no mercado europeu ocasionalmente têm os seus deslizes em segurança. Na última bateria de testes de colisão realizados pelo Euro NCAP, organização que avalia os automóveis vendidos no mercado europeu, o novo Jeep Wrangler registrou pontuação de apenas uma estrela de cinco possíveis.

De acordo com o Euro NCAP, a falta de itens de segurança como os airbags de cortina e o sistema de frenagem automática de emergência (relativamente comuns na Europa, mesmo nos carros compactos), combinada à proteção “fraca” ou “pobre” aos ocupantes adultos em colisões frontais (as duas piores classificações possíveis nos testes), foram os responsáveis pelo desempenho negativo do utilitário nos testes de colisão.

Outros testes
Fiat Panda no Euro NCAP (Divulgação)

Outra péssima notícia para a Fiat Chrysler Automóveis nesta bateria do Euro NCAP foi o desempenho do Fiat Panda, que conseguiu uma raríssima nota zero no teste de colisão europeu (só igualada pelo Fiat Punto no ano passado). O modelo foi criticado pelo pacote de equipamentos de segurança e pela proteção “fraca” ou “pobre” dos ocupantes adultos nos testes de colisão frontal.

Além dos dois FCA, o Euro NCAP avaliou também os Volvo S60 e V60, o BMW X5, oa Audi Q3, o Peugeot 508, o Jaguar I-Pace e o Hyundai Santa Fe. Todos receberam a pontuação máxima de cinco estrelas.