Land Rover Defender estreia por iniciais R$ 400.750

O novíssimo Land Rover Defender aportou em terras tupiniquins. O veículo off-road, agora está na era digital e de igual para o antecessor só restou o nome

Land Rover Defender
Fotos: Divulgação

Eis o retorno de um ícone da indústria: o Land Rover Defender. Do modelo original, que durou de 1948 a 2016,  só restou o nome. Afinal, o projeto L851 é um ‘SUV raiz’, com novas tecnologias para enfrentar qualquer tipo de terreno.

Após debutar no Salão de Frankfurt, na Alemanha, no final do ano passado, e até virar um kit da série Technic da Lego, enfim a quinta geração do Land Rover Defender chega ao nosso mercado. Um fortíssimo candidato a ser produzido na fábrica de Itatiaia (RJ).

Foram mantidas as nomenclaturas Defender 90 (duas portas) e Defender 110 (quatro portas) – o número 110 faz referência ao tamanho do entre-eixos em polegadas.

O fabricante iniciou a pré-venda no Brasil de um lote composto por 150 unidades. O Land Rover Defender 110 virá nas opções Defender S (a partir de R$ 400.750), Defender SE (R$ 426.750) e Defender HSE (R$ 461.150). O carro chega na segunda quinzena de julho.

Sob o capô do Defender 110, está o motor 2.0 turbinado a gasolina de 300 cv a 5.500 rpm de potência e 40,78 kgfm de 1.500 a 4.000 rpm permitindo acelerar de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos e cravar 191 km/h de velocidade máxima. A transmissão é automática de oito marchas.

Ainda não tivemos contato com o Land Rover, porém, nossos parceiros italianos da Quattroruote andaram na novidade por 800 quilômetros na Namíbia, dos quais 790 km foram em trajetos no fora-de-estrada.

Personalidade ‘quadradona’ mantida
As linhas quadradas foram mantidas, mas atualizadas seguindo a linhagem dos demais modelos do fabricante. Ao contrário do clássico Defender, a nova geração adota uma construção do tipo monobloco em alumínio (arquitetura D7X) derivada de segmentos superiores e totalmente revisada para ganhar maior rigidez. De acordo com o fabricante, o novo Defender é dez vezes mais rígido que um modelo da Range Rover.

O Land Rover Defender 110 (chamado de ‘One Ten’ pelos fãs) mede 5,018 m de comprimento e longos 3,02 m de entre-eixos. Os sete assentos são um opcional (R$ 14.300) e junto o cliente leva o ar-condicionado de três zonas.

As suspensões são 20 mm mais altas que qualquer outro modelo do fabricante. E para encarar um fora-de-estrada pesado está disponível o eficiente Terrain Response 2 (inédito no Defender), com os programas Grama/Cascalho/Neve, Lama/Buracos, Areia, Pedras e Travessia.

Entre as funcionalidades, o sistema gerencia a quantidade de torque enviado para cada roda, qual a marcha engatar e a melhor altura em relação ao solo. O programa Offroad+ eleva as suspensões pneumáticas em 29,1 cm (8 cm a mais do que na posição normal de direção).

Também está presente o assistente de descidas em declives e o All Terrain Progress Control (ATPC). Esse sistema possibilita definir e manter uma velocidade constante em condições adversas, como lama, grama molhada, gelo, neve e estradas de terra. O ATPC atua como um controle de cruzeiro convencional, entre 1,8 km/h e 30 km/h.

O Defender da ‘era digital’ ainda consegue enfrentar inclinações de até 35º, enquanto os ângulos de entrada e de saída são de 38º e 40º, na ordem. O SUV também atravessa alagamentos com até 90 cm de profundidade. A capacidade de reboque é 3.500 kg.

O interior mescla luxo e praticidade e o painel tem a estrutura de magnésio aparente e coopera na hora da limpeza o piso emborrachado da cabine. O teto solar é panorâmico e os  tecidos são à prova de rasgos, enquanto o quadro de instrumentos é totalmente digital de 12,3″. Outro destaque está no novo sistema de entretenimento.

Estão disponíveis as cores verde Pangea, Gondwana Stone, prata Indus, azul Tasman, cinza Eiger, preto Santorini e branco Fuji. As opções teto são de lona dobrável (Defender 90) ou panorâmico, além de 11 opções de rodas indo de 18″ até 22″.

O Land Rover Defender também traz uma série de pacotes de acessórios. São eles:

Pacote Explorer: entrada de ar elevada para condições de poeira e areia, rack de teto com capacidade de carga de até 132 kg, suporte para acessórios externos equipado com trava e 24 litros de capacidade e à prova d’água, adesivo de capô Matte Black e proteção de arco de rodas.

Pacote Adventure: sistema de lavagem portátil pressurizado de 6,5 litros com mangueira e chuveiro, mochila para assento com capacidade de 20 litros, soleira, traseira em acabamento Bright para proteger o para-choque traseiro contra arranhões e riscos, para-barro dinateiro e traseiro, tampa do estepe, compressor de ar integrado no porta-malas e suporte para acessórios externos.

Pacote Country: para-barro frontal e traseiro, divisor de altura do porta-malas, sistema de lavagem portátil pressurizado de 6,5 litros com mangueira e chuveiro, soleira traseira em acabamento Bright para proteção do para-choque traseiro, proteção dos arcos de rodas, estribos laterais fixos ou móveis (acionados automaticamente quando as portas são abertas), protetor dianteiro, tapete de borracha no porta-malas com superfície antiderrapante.

Pacote Urban: pedais metálicos em acabamento, soleira traseira, tampa do estepe, rodas de 20″, estribos laterais fixos ou móveis.

É o retorno de um clássico!

Confira também uma galeria de fotos do antigo Land Rover Defender:

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar