Novo March segue fora dos planos da Nissan para o Brasil

Embora não pareça, o carro das fotos atende pelo nome de Nissan Micra (como é chamado o March vendido na Europa). O modelo compacto estreia nesta edição do Salão de Paris em nova geração, que em nada lembra o carro produzido atualmente em Resende (RJ). As vendas no mercado europeu começam em março de 2017, mas o carro ainda segue sem previsão de chegar ao mercado brasileiro, conforme garantiu Carlos Ghosn, presidente da Renault -Nissan.


O compacto é todo novo. Ganhou um visual mais esportivo (e bem próximo ao da projeção apresentada pela MOTOR SHOW em 2015) que o da atual geração, lançada em 2009 e que é marcada pelo desenho de linhas simples e arredondadas.

O Micra/March mudou também de tamanho. Ficou mais baixo, largo e longo que o carro atualmente em produção no País. E muda também a gama de motores, que será composta inicialmente por um propulsor a gasolina 0.9 turbo de três cilindros e um 1.5 diesel, ambos de 90 cv. Mas ainda está prevista a adição de um 1.0 a gasolina de quatro cilindros e 73 cv.

A lista de equipamentos estreia novidades para um March, como o sistema de som premium Bose com seis alto-falantes, alerta de mudança involuntária de faixa, sistema de frenagem automática de emergência com detector de pedestres, câmera com visão 360°, leitor de placas de sinalização e detector de pontos cegos.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel