Novo VW Jetta chega ao Brasil a partir de R$ 109.990

Sétima geração do sedã médio estreia no mercado brasileiro em duas versões, sempre com o motor 1.4 TSI flex

Jetta R-Line (Divulgação)

O novo VW Jetta começa a ser oferecido oficialmente no Brasil. A sétima geração do sedã médio importado do México será comercializada inicialmente nas versões Comfortline (R$ 109.990) e R-Line (R$ 119.990), ambas equipadas com o mesmo motor 1.4 turbo flex de 150 cv e o câmbio automático de seis marchas. Nota da Redação: Confira nos links a seguir as impressões em vídeo do editor da MOTOR SHOW, Flavio Silveira, sobre o exterior (link) e o interior (link) do Novo Jetta

Agora montado sobre a plataforma modular MQB (a mesma dos modelos Golf e Tiguan Allspace), a carroceria ganhou um visual mais sofisticado, com a grade dianteira maior (no padrão do Passat) e uma traseira mais baixa. O novo Jetta tem 4,70 m de comprimento (6 cm a mais que no Jetta de sexta geração), entre-eixos de 2,69 m (4 cm mais), enquanto a largura da carroceria é de 1,80 m (ganho de 2 cm). Já a altura segue inalterada: 1,47 m.

Desde a versão Comfortline, o novo Jetta já sai de fábrica com rodas de 17″, ar-condicionado automático de duas zonas, piloto automático, sistema multimídia “Discover Media” com tela de 8″ e compatível com Android Auto e Apple CarPlay, bancos de couro, airbags laterais e de cortina, controles eletrônicos de tração e estabilidade, seletor de modos de condução com quatro opções de ajustes, sensor de chuva, retrovisor eletrocrômico, faróis de LED com acendimento automático e luzes diurnas, chave presencial, câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

Já a topo de linha R-Line traz a lista de equipamentos do Jetta Comfortline mais grade em preto brilhante, painel digital configurável de 10,25″, piloto automático adaptativo, alerta de colisão com frenagem automática, detector de fadiga e o assistente de farol alto. Em ambas as versões, o único opcional é o teto solar, por R$ 4.990.

Concorrentes

Na sua faixa de preços, o novo Jetta concorre diretamente com Chevrolet Cruze LTZ (que parte de R$ 109.790 e também tem um motor 1.4 turbo) e Toyota Corolla XRS (que por R$ 111.990 tem motor 2.0 aspirado e visual esportivado). Vice-líder do segmento de sedãs médios, o Honda Civic é mais caro em sua versão turbo Touring (parte de R$ 126.600), enquanto a versão de topo com o motor 2.0 aspirado (EXL) é mais barata do que o Jetta e sai por R$ 107.900.