O Cadillac Seville feito no Irã

Fábrica da General Motors no país foi durante muitos anos a única a produzir um carro da marca de luxo fora dos Estados Unidos

Reprodução/Internet

Pode parecer impensável nos dias de hoje, mas até 1979, quando a Revolução Islâmica derrubou o governo pró-ocidente do Xá Reza Pahlavi, o Irã era um dos principais aliados dos Estados Unidos no Oriente Médio e várias empresas americanas tinham o seu pé no país. A General Motors, por exemplo, tinha uma fábrica que era, até então, a única fora dos Estados Unidos a produzir um carro da Cadillac.

+ O Cadillac Seville feito no Irã
+ Cadillac personalizado despeja mais de 1.000 cv de potência
+ Auto Show Collection recebe Stock Car e clássicos da Chevrolet

A General Motors Iran montou com peças importadas 2.653 unidades do sedã Seville, com o nome de Cadillac Iran. O menor carro da marca nos Estados Unidos era o mais luxuoso da gama no país do Oriente Médio, onde eram fabricados também os modelos Buick Skylark e Chevrolet Nova. O conjunto mecânico do Cadillac era o mesmo oferecido nos EUA: um motor 5.7 V8 a gasolina de 177 cv e um câmbio automático de três marchas.

A produção do modelo foi iniciada em 1977 e encerrada apenas em 1987, quando a fábrica da General Motors já havia sido transformada na Pars Khodro. Atualmente, a empresa iraniana produz sob licença, na mesma fábrica onde era montado os carros da GM, os Renault Logan e Sandero e modelos da chinesa Brilliance (leia mais aqui).

 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel