O criador de máquinas

Em 3 de julho, Sergio Pininfarina, 85 anos, faleceu em sua casa em Turim, no norte da Itália. As causas não foram reveladas, mas sabe-se que ele estava doente havia algum tempo. Nascido em 1926, ele projetou carros icônicos. Entre as suas criações estão as Ferrari Testarossa, de 1984, F40, de 1987, e Enzo, de 2002, além da Maserati Quattroporte, de 2003, e o Fiat 124 Spider, de 1966. Também atuou em marcas não italianas como a Peugeot, com o 406 Coupé de 1996, a Chevrolet e a Cadillac.

Sergio formou-se em engenharia pela Universidade Politécnica de Turim e foi trabalhar com o seu pai, Battista “Pinin” Farina, um construtor de carrocerias. Em italiano, o apelido “Pinin” significa “o pequeno”. A criação mais famosa do patrono é o Cisalfa, de 1947, criado após a Segunda Guerra Mundial, e atualmente em exposição no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA). A parceria com a Ferrari foi iniciada na década de 50 e, a partir de 1961, o italiano passou a comandar o estúdio Pininfarina, fundado pelo pai.

Sergio foi o responsável por dar continuidade ao trabalho da família. Em 1966, assumiu o controle total da empresa e, após mais de 40 anos de dedicação, deixou o cargo para seu filho Andrea, que, mais recentemente, passou o bastão ao irmão mais novo, Paolo.

As mais belas Ferrari da história são a principal herança deixada pelo gênio que criava obras de arte sobre rodas.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaMotor News Edição 354