O medo da crise

Chrysler, Dodge e Jeep, todas marcas do grupo Chrysler, já haviam antecipado os desenhos de seus mais importantes concepts. Enquanto o Grand Voyager combina células de hidrogênio com baterias elétricas, o Dodge Zeo é elétrico e o Jeep Renegade é um híbrido aventureiro com dois lugares. Todos ecologicamente corretos

Salão de Detroit, a mais famosa e importante mostra norte-americana de carros e conceitos sobre os rumos da indústria automobilística, foi tímido este ano. Os Estados Unidos estão preocupados com a crise financeira que cada vez mais abala todo seu sistema financeiro. As conseqüências do temor sobre o alastramento da crise ficaram claras na mostra de Detroit: os estandes estavam menores que o normal e a decoração mais “simples”, sem muita pompa. Além disso, os expositores de equipamentos esportivos, acessórios e tuning, que normalmente ocupavam o pavilhão inferior, estavam ausentes. Cederam seus espaços para marcas chinesas, que apresentaram seus modelos e conceitos para a imprensa. Os carros ainda são fracos de personalidade, cópias de carros consagrados, com acabamentos aquém do desejado: costuras tortas e repuxos nas forrações de bancos e laterais de portas, por exemplo. Mas eles vão aprender logo a fazer bons carros, é só uma questão de tempo.

VW PASSAT CC

O Concept Coupé, feito sobre a plataforma do Passat, inovou por apresentar um sedã com as linhas graciosas de um coupé, a exemplo do que Mercedes e BMW já haviam mostrado – e que até a Porsche vai seguir em breve. O novo design dianteiro deverá, em pouco tempo, ser adotado na reestilização do Passat atual

ESCALADE HYBRID

A Cadillac, marca do grupo GM, também tem desenvolvido estudos profundos em sistemas alternativos de locomoção. Nada melhor que uma gigantesca e confortável Escalade movida por um sistema híbrido que mistura a limpeza da tração elétrica com a força de um motor a combustão

HONDA PILOT

Que a Honda tem feito as montadoras americanas tremer nas bases com a inovação constante de seus produtos não é nenhuma novidade. Mas, agora, ela também antecipa a Pilot, que o americano só vai poder comprar em 2009. Seu V6 pode operar com três, quatro, cinco ou seis cilindros, dependendo da necessidade

No grande pavilhão superior, os espaços vagos não escondiam a timidez dos grandes expositores. Até o número de carros-conceito foi reduzido: as maiores marcas procuraram focar suas atenções em lançamentos e modelos que aumentem suas ofertas nas revendas. Todo mundo com o “pé no chão”. Nunca nos EUA se falou tanto no álcool combustível: menos poluição para o ambiente e menor dependência das instabilidades políticas do Oriente Médio. Até a Ferrari entrou no jogo, apresentando um F-430 a álcool. Rick Wagoner, ex-presidente da GM Brasil e agora presidindo a GM mundial (que fechou 2007 ainda como a maior do mundo, à frente da Toyota), concedeu uma entrevista coletiva aos jornalistas brasileiros presentes, afirmando que o álcool deverá dar novos rumos à GM americana e que o know-how da GM do Brasil sobre carros flex vai contribuir muito com as pesquisas americanas sobre os flexíveis. A matriz da GM pesquisa a extração do álcool de outras fontes, além do milho.

Ford VERVE CONCEPT

Depois da apresentação do Verve hatch em Frankfurt, quando o conceito Kinetic de design mostrou a direção da novas linhas Ford para o futuro Fiesta, agora foi a vez da versão sedã dar as caras. Essas deverão ser as formas básicas do novo Fiesta Sedã, a ser produzido na Bahia daqui a cerca de dois anos

Segundo a Saab, o Crossover 9-4X BioPower Concept tem linhas que refletem o princípio escandinavo de simplicidade e forma. Desenvolvido pelos suecos da Saab, o 9-4X BioPower é equipado com um motor 2.0 turbo de quatro cilindros movido a álcool que produz bons 300 cv e 41 kgfm de torque

A Dodge quer a RAM 1500 como ferramente de trabalho. Nessa nova versão, fizeram questão de apresentá-la aos jornalistas no meio de caubóis e vacas: isso mesmo teve cavalo e gado de verdade na apresentação da nova RAM. Na motorização, o Hemi V8 agora tem 380 cv, sem nehum constragimento em poluir…

Ford F-150

Esse foi o veículo mais vendido no mercado americano em 2007. Uma posição mais que invejada pela indústria automobilística mundial. E reformular um campeão de vendas não é uma tarefa fácil. Mas a Ford se saiu bem nessa empreitada, e a F-150 continua bonita e imponente – e deverá prosseguir como preferência nacional por lá…

1- Tang Hua BOOK OF SONGS

2- Tang Hua DETROIT FISH

3- Geely FC

4- Geely MK

5- Changfeng KYLIN

Batalhão CHINÊS

Aos poucos os chineses vão conquistando espaços maiores no Salão de Detroit. No ano passado, eles ocupavam pequenas áreas e estavam dispersos por corredores e cantos da enorme mostra. Este ano, eles se aproveitaram da timidez da grande maioria dos expositores e começaram a mostrar suas garras. No pavilhão inferior da mostra onde antes, além de um espaço normalmente ocupado pela Volkswagen, havia pequenas mostras de fabricantes de equipamentos, acessórios e tuning, desta vez toda a área estava destinada às marcas chinesas. Com carros-conceito que beiram o infantil e veículos ainda muito mal acabados e feios, eles devem vir com força total em 2009

Audi R8 V12 TDI

Essa versão concept do R8, que explora o conceito da aplicação do diesel em um esportivo, é perfeitamente viável. Utiliza o motor que foi mostrado no Q7 V12 TDI, e tinha como base o V12 5.5 que equipou o R10 TDI (protótipo que venceu todas as corridas que participou, inclusive Le Mans). No R8, o V12 tem 6 litros, 500 cv e 102 kgfm de torque. Acelera de 0 a 100 km/h em 4s2 e atinge 300 km/h de máxima

Mitsubishi CONCEPT-RA

Apesar de carregar no nome a advertência de tratar-se de um concept, o RA está muito próximo de ser um produto final oferecido ao consumidor em substituição ao combalido Eclipse, carro de muito sucesso da marca mas que hoje não desperta mais tantos suspiros. A exemplo do Audi, o RA tinha sob o capô um motor diesel de 2 litros e 201 cv com bons 43 kgfm de torque

Mazda FURAI CONCEPT

O Mazda Furai, apesar de mostrado como concept, já é praticamente um carro de competição em fase de desenvolvimento. Sua grande atração é o motor rotativo Wankel de 450 cv, que utiliza álcool combustível para se locomover. Novidade para eles, fato normal para nós há mais de 25 anos.

Mercedes S 300 BLUETECH HYBRID

A apresentação definitiva do S 300 Bluetech Hybrid já tinha um destino: anunciar a produção do veículo para 2010. A combinação de um motor diesel com a nova tecnologia Bluetech, que reduz a emissão de poluentes, e com a propulsão elétrica, fará desse Classe S um sucesso.

Cadillac PROVOQ

Apesar de toda tecnologia envolvida na propulsão desse crossover da Cadillac, com célula de combustível e baterias de lítio-íon, o que chamou a atenção foi o design de suas linhas equilibradas e atraentes. Certamente, depois de tantos elogios da imprensa, as linhas do Provoq servirão de inspiração a futuros modelos de produção – e isso não deve demorar

Ford GLASS ROOF MUSTANG

O Mustang, por si só, já é uma atração. Imaginem então essa versão que a Ford exibiu em Detroit, com o teto em vidro. Apesar de não ser uma novidade inusitada, no Mustang este detalhe atraiu a atenção da imprensa especializada. Um charme a mais para um dos maiores mitos da indústria automobilística mundial, e que deverá começar a ser vendido ao público consumidor em um período curto de tempo

Chevrolet IMPALA

50th Anniversary Edition

Agora em 2008 o Impala, um dos ícones da marca Chevrolet em todo o mundo, comemora 50 anos de mercado. Aqui no Brasil, os Impala são lembrados pelos enormes sedãs e cupês que eram importados e vendidos para os mais financeiramente privilegiados. Com o passar do tempo, o Impala se transformou em um modelo mais popular e hoje, aos 50 anos, recebe acessórios de personalização para essa edição comemorativa

O CARRO DO ANO DELES…

Quem elege é o NACTOY (North American Car and Truck of the Year), composto por uma bancada de 48 jornalistas especializados da imprensa norte-americana. O prêmio é dividido em Carro do Ano (vencido pelo Chevrolet Malibu) e Utilitário do Ano (faturado pelo Mazda CX-9). Já o EyesOn Design Awards é uma outra premiação, que elege o melhor design de carro de produção (prêmio levado pelo Cadillac CTS) e o concept mais interessante (outro Cadillac, o CTS Coupé, foi escolhido). O júri, neste caso, não é formado por jornalistas, mas por vinte consagrados designers de todo o mundo