O Volkswagen Golf 4×4 que você nunca conheceu

Com essência de VW Golf, o Biagini Passo é uma criação, com tração nas quatro rodas e um visual descolado

Volkswagen Golf 4x4
Volkswagen Golf 4x4

Em mais de 40 anos, a história do Volkswagen Golf se desdobrou de muitas formas, mas você conhece a versão 4×4? Desde as versões “normais”, a conversível e indo até as variantes esportivas GTI e R.

Na Europa, à época o hatch recebeu inclusive uma versão Golf Country, co-fabricada pela Steyr-Daimler-Puch, com atrações na tração nas quatro rodas e no visual robusto para encarar o fora-de-estrada.

+ Em fase de testes, VW mostra inédito SUV cupê Nivus
+ Volkswagen apresenta três versões do novo Golf
+ Segredos: novo Citroën C4 apostará em visual ousado

Inspirado no buggy Meyers Manx e no Volkswagen Thing, o Biagini Passo junta o chassi do Golf Country de segunda geração (total de 7,735 unidades fabricadas) à carroceria do Golf Cabriolet MK I.

A pequena empresa italiana ACM alterou o visual da dianteira e da traseira, com novos para-lamas, capô, faróis de Fiat Panda, lanternas do Opel Kadett 1983 e indicadores laterias do Fiat Ritmo de mesmo ano. O estepe vai pendurado atrás, enquanto a cabine pode acomodar até cinco passageiros.

Criado para a Europa Central e Oriental, não se sabe quantas unidades do Volkswagen Golf 4×4, ou Biagini Pass,o foram construídas após o seu lançamento em 1990. Algumas fontes revelam 300, outras 100. No entanto, restam poucas ao redor do mundo, pois a falta de resistência à corrosão condenou muitos exemplares.

Sob o capô, o motor é 1.8 de 99,3 cv de potência. A ACM encerrou as atividades por razões financeiras, mas, atualmente, podemos chamar o Volkswagen T-Roc Convertible de sucessor espiritual do Biagini Passo.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar