Os Anti-EcoSport

NAIAS e Flavio R. Silveira

Em Detroit, o Honda Urban SUV Concept foi protagonista e o Chevrolet Trax coadjuvante. Ambos têm a mesma missão – atacar o Ford EcoSport – e os dois foram confirmados para o Brasil. Mas o Chevrolet, revelado no Salão de Paris do ano passado, estava timidamente exposto em um setor de produtos globais, junto a Onix, Spin, Orlando e Sail (o Classic chinês). A estratégia de lançamento dos modelos é bem diferente. A Honda joga aberto, e anunciou que começa a fabricar seu SUV este ano no Japão e, em 2014, em sua nova fábrica no México, onde fará também o novo Fit. Compartilhando plataforma com o monovolume, o aventureiro terá a mesma motorização 1.5 e modularidade interior. Mas como a marca já tem problemas com sua cota para trazer o CR-V do México, não deve importar o jipinho de lá. O CEO Takanobu Ito disse à MOTOR SHOW que “anda pensando” em fazê-lo na América do Sul (o que faria sentido, já que o Fit é fabricado aqui no Brasil e o City, sua versão sedã, na Argentina).

Antes do Honda, chegará ao Brasil o Chevrolet Trax. A marca não confirma oficialmente, mas uma placa em seu estande em Detroit, que mostrava o Brasil como um dos mercados para o carro, foi retirada às pressas – e depois apontada como “um engano” pela assessoria da marca. O Trax também será fabricado no México, junto com o Sonic. Pode vir mesmo importado de lá ou, ainda, ser produzido aqui.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorDe volta aos bons tempos
Próxima notíciaO câmbio que faltava