Os carros mais seguros (e os menos seguros) do Latin NCAP em 2018

Confira os resultados dos modelos vendidos no Brasil e que passaram por testes de colisão ao longo do ano

46499

1Volkswagen Virtus – 5 estrelas (adulto e infantil)

Divulgação

Avaliado em janeiro pelo Latin NCAP (leia aqui), o três volumes derivado do Polo é atualmente um dos carros mais seguros do mercado brasileiro, com cinco estrelas na proteção para adultos e crianças. Dotado de airbags laterais em todas as versões, o Virtus forneceu proteção considerada “boa” ou “adequada” aos passageiros adultos nos impactos frontal e lateral.

2Mitsubishi Eclipse Cross – 5 estrelas (adulto) e 3 estrelas (infantil)

Divulgação

Recém-lançado no Brasil (confira aqui a avaliação), o SUV médio japonês Eclipse Cross foi testado em junho pelo Latin NCAP. Recebeu cinco estrelas na proteção dos ocupantes adultos, mas apenas três na proteção do passageiro infantil. A explicação para a nota relativamente baixa está em deslizes como a ausência de um interruptor para desativação do airbag do passageiro e a sinalização “fora do padrão” impedindo o uso de uma cadeirinha de bebê no assento dianteiro.

3Chevrolet Cruze – 4 estrelas (adulto e infantil)

Divulgação

O sedã médio feito na Argentina foi um dos últimos modelos avaliados pelo Latin NCAP no ano (leia aqui) e levou quatro estrelas na proteção de adultos e crianças. A estrutura do Cruze foi considerada estável, mas a proteção para o tórax do motorista foi apenas “marginal” e a sinalização do Isofix “não cumpre” os requisitos estabelecidos pela organização que avalia a segurança dos automóveis vendidos na América Latina.

4Fiat Toro – 4 estrelas (adulto e infantil)

Fiat Toro no Latin NCAP (Foto: Divulgação)

Também com quatro estrelas na proteção de adultos e crianças, a Fiat Toro obteve pontuação pouco inferior ao Chevrolet Cruze (leia aqui). Ausentes no carro avaliado, os airbags laterais fizeram falta no impacto lateral, já que a proteção ao tórax do motorista foi considerada “marginal”. A sinalização do Isofix também foi criticada pelo Latin NCAP.

5Ford Ka Hatch/Sedan – 3 estrelas (adulto) e 4 estrelas (infantil)

Ford Ka Sedan (Foto: Divulgação)

A Ford aproveitou a reestilização do compacto para instalar reforços estruturais no modelo. O resultado foram as três estrelas na proteção de adultos e quatro estrelas na proteção do ocupante infantil, obtidas pelo Ford nos testes realizados em setembro (leia aqui). Mesmo com as melhorias, o carro avaliado (sem os airbags laterais e de cortina, disponíveis apenas nas versões de topo) forneceu proteção “fraca” ao tórax do passageiro adulto no impacto lateral.

6Chevrolet Onix/Prisma – 3 estrelas (adulto) e 3 estrelas (infantil)

Divulgação

Reavaliados pelo Latin NCAP (leia aqui) após receberem reforços na estrutura, os compactos Onix e Prisma garantiram três estrelas para adultos e crianças. Sem contar com airbags laterais ou de cortina nem na versão mais cara, o modelo forneceu proteção “fraca” ao tórax do passageiro adulto no impacto lateral. Já a proteção para o passageiro infantil foi prejudicada pela ausência do interruptor para desativar o airbag do passageiro e pela sinalização do Isofix “fora do padrão”.

7Renault Sandero – 1 estrela (adulto) e 3 estrelas (infantil)

Divulgação

Com estrutura considerada instável, o Sandero recebeu pontuação “pobre” (a pior possível) na proteção do tórax do motorista, nos impactos frontal e lateral (leia aqui). Já na proteção do ocupante infantil, a ausência do Isofix foi um dos fatores que prejudicaram o desempenho do modelo.

8Nissan March – 1 estrela (adulto) e 2 estrelas (infantil)

Reprodução

Testado em julho, o hatch da marca japonesa teve a estrutura considerada “instável”, com proteção “pobre” ou “marginal” para o tórax e os joelhos dos ocupantes dos bancos da frente (leia aqui). Já na proteção do ocupante infantil, a ausência do Isofix e o mau desempenho de alguns dos assentos recomendados pelo fabricante prejudicaram o desempenho do March.

blog comments powered by Disqus