Pai do Mustang e das minivans, Lee Iaccoca morre aos 94 anos

Idealizador do esportivo icônico era também conhecido por ter salvo a Chrysler da falência no final dos anos 1970

Lee Iaccoca (Reprodução/Internet)

Uma das lendas da indústria automobilística, Lee Iaccoca morreu na terça-feira (2), aos 94 anos, em sua casa na Califórnia (Estados Unidos). Idealizador do Ford Mustang e um dos pais do Dodge Caravan (a primeira minivan), o executivo americano faleceu devido a complicações decorrentes do Mal de Parkinson.

Filho de imigrantes italianos, Lido Anthony Iacocca nasceu em 1924, na cidade de Allentown, no estado americano da Pensilvânia. Rejeitado pelas Forças Armadas dos EUA devido às sequelas de uma febre reumática, cursou engenharia industrial durante o período da Segunda Guerra Mundial, ingressando na Ford logo após o fim do conflito, em 1946.

Mesmo com a formação em engenharia, Iaccoca acabou pedindo a transferência para a área de vendas, onde ficou conhecido por suas estratégias agressivas. Acabou trabalhando 32 anos na Ford, de onde saiu como presidente em 1978 após ter sido o idealizador, além do Mustang, de modelos como o Maverick e o Lincoln Continental Mark III.

Contratado pela Chrysler ainda em 1978, foi um dos responsáveis por salvar o grupo que estava à beira da falência. Sob seu comando, e empresa adquiriu a marca Jeep, que é uma das mais rentáveis da atual Fiat Chrysler Automóveis, e criou a primeira minivan, projeto que havia sido rejeitado durante a sua passagem pela Ford.

Após deixar a Chysler em 1992, Iaccoca investiu em uma série de outros negócios, que vão de produção de bicicletas elétricas a azeite de oliva. Ele ainda escreveu uma autobiografia e foi coautor de outras duas obras literárias.