Palhetas do limpador de para-brisa: veja quando trocar

Item deve estar em boas condições para o período de chuvas

0
3
Foto: Divulgação

O período de chuvas está chegando e, com isso, é importante checar se as palhetas dos para-brisas estão em perfeitas condições.

A vida útil de uma palheta é de cerca de um ano, portanto, recomenda-se a sua troca neste período, ou ainda, quando apresentarem sinais de desgaste.


+ Veja o valor do seguro dos carros mais vendidos no Brasil em outubro
+ Conversão de carros para gás (GNV) aumenta 102% em SP; veja o passo a passo
+ Veja quais são fatores decisivos na compra de um carro para o brasileiro

Segundo a Tecfil, fabricante de acessórios automotivos, as palhetas do limpador dianteiro, por exemplo, são normalmente mais utilizadas que as traseiras, por isso, poderão ser trocadas primeiro.

Sinais de desgaste

Os principais indicadores de palhetas desgastadas e que devem ser trocadas são o embaçamento dos vidros e o excesso de barulho durante o funcionamento. Esses sinais indicam que a lâmina das palhetas pode estar com rachaduras, rasgos ou empenamento.

“Se as borrachas das palhetas permanecem muito tempo sem uso ou expostas ao sol e à poeira, elas acabam se ressecando e, consequentemente, arranham os vidros, além de atrapalhar na visibilidade e fazer barulho. Por isso, devem ser substituídas para evitar danos aos vidros e garantir a segurança do motorista e dos passageiros”, explica Plínio Fazol, gerente de marketing e novos produtos da Tecfil, em nota divulgada.
MAIS NA MOTOR SHOW: