Para atrair público, Ferrari sugere F1 mais bonitos

484

Restritivas, as regras da Fórmula 1 não permitem uma grande variação no desenho dos monopostos de uma temporada para a outra. Mas e se os projetistas fossem livres para criar o que eles quisessem? Pois foi esta a proposta da Ferrari ao apresentar o desenho de um conceito para o F1 do futuro.

Esqueça tudo o que você conhece sobre um carro da categoria. Além da asa dianteira dupla, os projetistas de Maranello investiram em sofisticações, como o capacete do piloto que se integra à carenagem, além de uma lateral com entradas de ar esculpidas, rodas com pneus de perfil baixo e uma traseira com desenho bem diferente das atuais.

Apesar de menos ousada, a proposta da Ferrari segue na mesma linha do conceito Red Bull X1, apresentado há alguns anos pela equipe austríaca para o jogo Gran Turismo 5 e que trazia detalhes inovadores como cabine fechada e rodas carenadas. A McLaren também mostrou aos outros times proposta de carro para o futuro da F1, mas não tornou o projeto público.

De acordo com a Ferrari, o conceito é uma forma de mostrar que os Fórmula 1 poderão ser mais bonitos e assim se tornar um atrativo extra para as corridas. Nos últimos anos, a categoria tem enfrentado a queda no numero de telespectadores em todo o mundo. Só no ano passado, de acordo com um relatório apresentado no início deste ano pela Fórmula One Management — empresa que controla a categoria — a perda foi de 25 milhões de expectadores em relação à temporada 2013.

Além da mudança no desenho dos carros, as equipes sugeriram ainda a troca dos silenciosos propulsores V6 turbo por outros com o mesmo número de cilindros, porém mais barulhentos e com potência de mais de 1.000 cv.