Paris deve abrir exceção para clássicos em lei contra poluição veicular

Depois da repercussão negativa entre os amantes de carros da decisão da prefeitura de Paris de banir os veículos produzidos antes de 2011, a administração municipal deve abrir uma exceção para os automóveis clássicos, aqueles produzidos há mais de 30 anos.


A informação é da Federação Francesa de Veículos de Época, braço francês da Federação Internacional de Veículos Antigos (FIVA). Em comunicado,  a entidade afirma que embora o texto da lei não faça menção à liberação de uso dos carros antigos nas ruas da capital francesa, a prefeita da cidade, Anne Hidalgo, teria afirmado em entrevista a uma rádio francesa que os colecionadores não serão afetados pela nova legislação.

Nas regras que entram em vigor a partir de julho do próximo ano, nenhum carro produzido antes de 1997 ou motocicleta anterior a 2000 poderá circular pelas ruas de Paris. A legislação prevê um endurecimento progressivo das restrições até 2020, quando haverá a proibição total a veículos fabricados antes de 2011.

Será que agora os Renault Dauphine e Citroën 2CV poderão respirar aliviados?

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel