Pau para toda obra

PAJERO TR4 AUT. 2005 R$ 52.577

-MANUTENÇÃO CARA

-DESVALORIZAÇÃO ALTA

-SEGURO ELEVADO

Para quem procura um carro para andar tanto na cidade como em terrenos mais acidentados, a Pajero TR4 4X4 é pau para toda obra. Este utilitário esportivo pode ser uma boa pedida para quem não pode pagar um SUV zero-quilômetro. Afinal, uma TR4 2005 com câmbio automático está avaliada pela tabela Fipe/MOTOR SHOW em R$ 54.243. O preço fica acessível, mas algumas características do modelo deixam a desejar, como as retomadas lentas (apesar do motor 2.0 de 131 cv) e o alto consumo de combustível. Ela faz 7,5 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada, o que pode significar um gasto bem alto com combustível. Ao contrário do modelo 2007, em 2005 ele não possuia tecnologia flex.

Outro ponto negativo é que suas peças têm um preço bastante elevado, principalmente porque no mercado paralelo é difícil encontrálas. Segundo o mecânico Amaury Vieira, “é difícil um TR4 dar problemas. Não lembro de ter atendido nenhum caso grave”.

Frederico Carvalho, mecânico da Check Car Centro Automotivo, diz que “o único problema de reparo que fiz em um carro deste foi a troca das pastilhas de freio, que já estavam gastas. Uma manutenção normal”. E o carro também tem pontos positivos, que o deixam na frente dos concorrentes dentro desta faixa de preço. É o único que tem 4X4 com reduzida, e a suspensão recebe elogios, como do proprietário Renan Cabral: “A suspensão é muito bem acertada, tanto para cidade como para terra ou estradas esburacadas”.

Outro dono da “Pajerinho”, Kaio Ornellas, critica o carro por achar que “falta um pouco de estabilidade”. E esta realmente é uma das maiores reclamações entre os membros da comunidade “Pajero TR4” no site de relacionamento Orkut. No mais, o TR4 tem excelente desempenho off-road e uma boa agilidade na cidade. Para quem gosta de se aventurar em estradas de terra, é uma ótima opção.

O TR4 vem bem completo de fábrica, com vidros elétricos, ar-condicionado e CD player incorporado ao painel (à direita). O acabamento é simples, sem muita sofisticação. Apesar do espaço interno limitado, o porta-malas de 500 litros surrpreende

Tracker 2.0 16v 2007 R$ 53.812

Com o anúncio do retorno da Suzuki ao Brasil em 2009, ele pode parar de ser produzido pela Chevrolet

EcoSport XLS 2.0 Aut. 2007 R$ 50.391

Além de não ser flex, na versão com câmbio automático tem um alto consumo de combustível

Cuidado com os adeptos do off-road

O Pajero TR4, por ter uma proposta offroad, já sai de fábrica com sua parte de suspensão e amortecedores mais reforçada que nos carros convencionais. Mas apenas uma pequena quantidade de proprietários o utiliza em trilhas e estradas de terra. De qualquer forma, é bom levar o carro, antes de fechar a compra, para que um mecânico de confiança faça uma boa revisão do sistema de suspensão, incluindo buchas, bandejas e amortecedores. Assim, você evita gastos adicionais posteriormente, com o conserto ou substituição destes componentes, o que pode sair bem caro.

Eu não gosto…

“O carro, por perder potência na subida, deixa a desejar neste quesito”

Maria do Carmo S. A. proprietária

Eu gosto… “Ele possui reduzida, o que praticamente nenhum veículo 4×4 nessa faixa de preço possui”

Renan Cabral proprietário

Mercado

Reestilizado em 2006 e com a adoção do motor flex em 2007, sua desvalorização, de 13,8%, foi a mais alta do segmento